Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização molecular da via de sinalização celular mediada pela proteína Quinase C no fungo patogênico humano Aspergillus fumigatus

Processo: 09/53546-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de março de 2010 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Iran Malavazi
Beneficiário:Iran Malavazi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/07702-3 - Identificação e caracterização de genes cujo perfil transcricional é influenciado pela proteína quinase c (pkcA-B) no fungo patogênico humano Aspergillus fumigatus, BP.TT
13/09320-8 - Identificação e caracterização de genes cujo perfil transcricional é influenciado pela proteína quinase C (pkcA-B) no fungo patogênico humano Aspergillus fumigatus, BP.TT
11/17734-1 - Identificação e caracterização de genes cujo perfil transcricional é influenciado pela proteína quinase c (pkcA-B) no fungo patogênico humano Aspergillus fumigatus, BP.TT
Assunto(s):Proteínas quinases  Aspergillus  Expressão gênica  Aspergillus fumigatus  Proteína quinase C 

Resumo

A. fumigatus é um fungo filamentoso saprofítico e ubíquo com um papel fundamental na reciclagem de carbono e nitrogênio na natureza. Entretanto ele é responsável pela vasta maioria dos casos de Aspergilose, embora ainda não seja compreendida a razão pela qual esta espécie se tornou um dos patógenos oportunistas mais predominantes. Aparentemente, os fatores envolvidos na sobrevivência desse organismo no ambiente extra-hospedeiro contribuem para o seu sucesso como um patógeno oportunista. Para se adaptar às mudanças do meio ('fitness') e para a manutenção de um estado de homeostasia, os microrganismos desenvolveram um sofisticado sistema regulatório que controla as respostas celulares durante a adaptação ambiental transduzindo um sinal externo para proteínas efetoras de resposta. Nesse contexto, a proteína quinase C (PKC), uma serina/treonina quinase desempenha um papel central na transdução do sinal. A. fumigatus apresenta dois homólogos de PKC denominados pkcA e pkcB, identificados por análise de similaridade. Entretanto, nesse organismo pouco é conhecido sobre o papel da via PKC/MAPK (MAP quinase) na transdução do sinal uma vez que experimentos funcionais não foram ainda conduzidos. Embora a via PKC1/MAPK tenha sido exaustivamente estudada em S. cerevisiae, em A. fumigatus sua relação com a patogenicidade/virulência e seu papel no sensoriamento e adaptação ambiental do fungo durante a infecção ainda não foi identificado. Dessa forma, o presente projeto propõe o estudo da via de transdução do sinal mediada pelas proteínas PkcA-B em A. fumigatus visando o estabelecimento de uma relação destas proteínas com os aspectos essenciais da virulência/patogenicidade nesse organismo. Para tanto, será realizada a caracterização funcional dos genes pkcA-B através dos seguintes objetivos: a) isolamento de linhagens mutantes nulos, condicionais e fusões com proteínas fluorescentes; b) identificação e caracterização de genes cuja expressão é influenciada por pkcA-B em A. fumigatus, utilizando-se a técnica de microarray para explorar o perfil transcricional de expressão global e, análise proteômica através do experimentos de eletroforese SDS-PAGE bidimensionais comparativos; c) busca de parceiros proteicos de pkcA-B utilizando uma combinação de abordagens bioquímicas e d) verificação do envolvimento de pkcA elou pkcB nas vias de integridade da parede celular (CWI) e HOG (High Osmolarity Glycerol) mediante exposição da célula a vários tipos de agentes estressores. Essa pesquisa pode em termos práticos revelar alvos quimioterápicos potenciais. Além disso, a identificação de novos alvos de pkcAlB a partir do estudo dessas vias irão proporcionar novos conceitos a respeito da biologia e dos mecanismos de transdução do sinal em Aspergilli e principalmente em A. fumigatus. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TADINI MARILHANO FABRI, JOAO HENRIQUE; GODOY, NAIANE LIMA; ROCHA, MARINA CAMPOS; MUNSHI, MANSA; COCIO, TIAGO ALEXANDRE; VON ZESKA KRESS, MARCIA REGINA; FILL, TAICIA PACHECO; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; DEL POETA, MAURIZIO; MALAVAZI, IRAN. The AGC Kinase YpkA Regulates Sphingolipids Biosynthesis and Physically Interacts With SakA MAP Kinase in Aspergillus fumigatus. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, JAN 14 2019. Citações Web of Science: 1.
ROCHA, MARINA CAMPOS; DE GODOY, KRISSIA FRANCO; BANNITZ-FERNANDES, RENATA; MARILHANO FABRI, JOAO H. T.; FERRARI BARBOSA, MAYRA M.; DE CASTRO, PATRICIA ALVES; ALMEIDA, FAUSTO; GOLDMAN, GUSTAVO HENRIQUE; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; NETTO, LUIS E. S.; DE OLIVEIRA, MARCOS ANTONIO; MALAVAZI, IRAN. Analyses of the three 1-Cys Peroxiredoxins from Aspergillus fumigatus reveal that cytosolic Prx1 is central to H2O2 metabolism and virulence. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, AUG 17 2018. Citações Web of Science: 5.
ROCHA, MARINA CAMPOS; DE GODOY, KRISSIA FRANCO; DE CASTRO, PATRCIA ALVES; HORI, JULIANA ISSA; PEDRO BOM, VINICIUS LEITE; BROWN, NEIL ANDREW; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; GOLDMAN, GUSTAVO HENRIQUE; MALAVAZI, IRAN. The Aspergillus fumigatus pkcA(G579R) Mutant Is Defective in the Activation of the Cell Wall Integrity Pathway but Is Dispensable for Virulence in a Neutropenic Mouse Infection Model. PLoS One, v. 10, n. 8 AUG 21 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.