Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resposta imunológica em pacientes portadoras de endometriose

Processo: 05/01218-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de outubro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Maurício Simões Abrão
Beneficiário:Maurício Simões Abrão
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ginecologia  Endometriose  Citocinas  Linfócitos T  Células Th1  Células Th2  Técnicas imunológicas  Anticorpos 

Resumo

Introdução: A endometriose se caracteriza pela presença de tecido endometrial em sítios ectópicos e a participação do sistema imunológico tem sido analisada em diversos aspectos desta doença. O tipo de resposta linfocitária Th1/Th2 ao estímulo antigênico envolve a participação de diferentes citocinas e tem como conseqüência básica o desencadeamento da cascata celular (Th1) ou humoral (Th2). Dentre as citocinas envolvidas neste processo podemos destacar o fator de necrose tumoral alfa, o interferon gama e as interleucinas 1, 4, 6, 10, 12 e 18, além das células natural killer. Na resposta humoral, é possível considerar também para sua análise a presença de auto-anticorpos como o fator anti nuclear, anticorpos anti-cardiolipina, anticorpos anti-fosfatidilserina, anticorpos anti-tireoglobulina e anticorpos anti-peroxidase. Pacientes e Métodos: O estudo aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Protocolo 601/03) será desenvolvido no Setor de Endometriose da Clínica Ginecológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde serão avaliadas 80 pacientes divididas em dois grupos: grupo A de pacientes portadoras de endometriose confirmada histologicamente e grupo B de pacientes sem endometriose confirmada por vídeo-laparoscopia. Todas as pacientes serão avaliadas com parâmetros clínicos e exames complementares para definição da suspeita diagnóstica de endometriose e indicação cirúrgica. Antes do início da laparoscopia, será colhido 30ml de sangue e, após inventário da cavidade abdominal, será colhido 10ml de líquido peritoneal... (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EJZENBERG, DANI; PODGAEC, SERGIO; DIAS, JR., JOAO ANTONIO; DE OLIVEIRA, RICARDO MANOEL; BARACAT, EDMUND CHADA; ABRAO, MAURICIO SIMOES. Measurement of Serum and Peritoneal Levels of Amyloid Protein A and Their Importance in the Diagnosis of Pelvic Endometriosis. JOURNAL OF REPRODUCTIVE MEDICINE, v. 58, n. 9-10, p. 411-416, SEP-OCT 2013. Citações Web of Science: 2.
SERGIO PODGAEC; JOÃO ANTONIO DIAS JUNIOR; CHARLES CHAPRON; RICARDO MANOEL DE OLIVEIRA; EDMUND CHADA BARACAT; MAURÍCIO SIMÕES ABRÃO. Th1 and Th2 immune responses related to pelvic endometriosis. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 56, n. 1, p. 92-98, 2010.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.