Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da disfunção endotelial de artérias viscerais caninas após isquemia / reperfusão supracelíaca

Processo: 05/02344-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de outubro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Carlos Eli Piccinato
Beneficiário:Carlos Eli Piccinato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos cardiovasculares  Isquemia  Artérias  Óxido nítrico  Endotélio vascular  Radicais livres  Peroxidação de lipídeos 

Resumo

O pinçamento aórtico supracelíaco é um procedimento de exceção na cirurgia vascular. Entretanto, tem se mostrado como alternativa muito útil nas intervenções cirúrgicas abdominais secundárias a trauma abdominal, seja ele fechado ou penetrante. Esse pinçamento causa isquemia parcial transitória em todos órgãos abdominais e membros inferiores. Esta isquemia, por si só, pode induzir morte celular e necrose tecidual secundariamente à falta de energia. Entretanto, muitos estudos têm mostrado que a lesão tecidual, em determinados órgãos, ocorre não somente no período de isquemia, mas é exacerbada também no período de reperfusão. Mostraram também que esta lesão é mais intensa na isquemia parcial do que na isquemia total. Melhor compreensão da fisiopatologia desses eventos, desde seu início, pode resultar em oportunidades de aprimoramento das intervenções terapêuticas. Essa foi a motivação maior do estudo proposto, que se propõe a: 1) Estudar as alterações da função endotelial dependentes do óxido nítrico em artérias viscerais (renal, mesentérica e tronco celíaco) de cães, submetidas a isquemia parcial transitória por pinçamento supracelíaco da aorta de 1 hora de duração, seguida de reperfusão de ½ hora; e 2) Estudar a expressão de radicais livres através da medida da peroxidação lipídica pela dosagem do malondialdeído (MDA). (AU)