Busca avançada
Ano de início
Entree

Regeneração hepática em animais recém-nascidos e recém-desmamados. Padronização do modelo experimental, estudos moleculares, histológicos e avaliação dos efeitos de drogas imunossupressoras

Processo: 05/02444-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 31 de outubro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Uenis Tannuri
Beneficiário:Uenis Tannuri
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia pediátrica  Transplante de fígado  Regeneração hepática  Expressão gênica  Apoptose  Imunossupressores 

Resumo

A regeneração hepática é produto de respostas fisiológicas após perdas de massa do parênquima e em pacientes submetidos a transplantes de segmentos ou lobos hepáticos. Depende da capacidade de proliferação dos hepatócitos e das células hepáticas-tronco, dos mecanismos iniciadores (fatores de crescimento celular e citocinas) e, finalmente, da apoptose (morte celular programada) de hepatócitos. Entre os modelos experimentais para estudos da regeneração hepática, não existe descrição de modelo em animais recém-nascidos ou em fase de desmame. Também, os mecanismos moleculares da proliferação celular e da apoptose durante o processo de regeneração foram pouco estudados, bem como os efeitos de drogas imunossupressoras, habitualmente utilizadas no período pós-operatório do transplante hepático. Objetivos: 1. padronizar o modelo da regeneração hepática em animais recém-nascidos, em período de lactação; 2. comparar as características da regeneração hepática no animal recém-nascido com o animal jovem de 21 dias, recém-desmamado; 3. estudar os fenômenos moleculares envolvidos na regeneração hepática, particularmente aqueles relacionados aos genes da apoptose e da proliferação celular; 4. estudar os efeitos das drogas imunossupressoras, Tacrolimus e corticosteróide, sobre a regeneração hepática. Material e métodos: 1. Plano piloto: serão operados ratos em fase de lactação (idade 4-7 dias), para realização de hepatectomia, com retirada de 80% do parênquima hepático. Os animais serão pesados e mortos 1, 2, 3, 4 e 7 dias após o procedimento para colheita do fígado remanescente. Animais recém-desmamados serão submetidos ao mesmo procedimento cirúrgico... (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TANNURI‚ U.; TANNURI‚ A.C.A.; COELHO‚ M.C.M.; MELLO‚ E.S.; DOS SANTOS‚ N.A.S.R. Effect of the immunosuppressants on hepatocyte cells proliferation and apoptosis during liver regeneration after hepatectomy-molecular studies. PEDIATRIC TRANSPLANTATION, v. 12, n. 1, p. 73-79, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.