Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos

Processo: 05/59980-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2006 - 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Adriana Medaglia
Beneficiário:Adriana Medaglia
Empresa:DNA Consult Genética e Biotecnologia S/S Ltda
Município: São Carlos
Bolsa(s) vinculada(s):09/02185-2 - Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos, BP.TT
08/08512-2 - Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos, BP.TT
06/60087-9 - Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos, BP.TT
06/58156-2 - Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos, BP.PIPE
06/60086-2 - Marcadores moleculares aplicados ao manejo racional de ovinos, BP.TT
Assunto(s):Ovinos  Marcador molecular  Manejo animal  Reação em cadeia por polimerase (PCR)  Técnicas de genotipagem 

Resumo

Os marcadores moleculares são diferenças entre indivíduos nas características biológicas herdáveis. Tais diferenças são produtos da evolução por mutações que se acumulam no genoma de indivíduos de uma determinada espécie, sem causar alterações importantes em sua fertilidade e sobrevivência. Entretanto, estas características ditas polimórficas, influenciam de maneira importante à produção de rebanhos comerciais. O rebanho de ovinos é o que mais cresce no país nos últimos três anos, principalmente devido a expansão da região Nordeste para criadores nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. No estado de São Paulo o rebanho triplicou de tamanho nos últimos três anos e já somam 100 mil cabeças. Este crescimento mostra uma forte tendência de alta, sendo um dos indicadores mais importantes o fato da importação de carne ovina ter crescido de 2,3 para 14,7 mil toneladas do ano de 1992 até 2000. No estado de São Paulo, a carne de ovino tem um consumo de 330 toneladas/mês, e desse montante apenas 30 toneladas são produzidas no país. Até agora, o melhoramento genético de ovinos é realizado por métodos tradicionais com bons resultados. Entretanto, a utilização de métodos moleculares para a seleção de animais pode influenciar de maneira marcante o manejo dos ovinos, bem como agregando valor aos animais criados no país. Neste projeto pretendemos utilizar a análise de marcadores moleculares aplicados às seguintes características produtivas e de susceptibilidade: a) o fenótipo callypige ou hipertrofia muscular; b) susceptibilidade ao scrapie (Encefalopatia Espongiforme ou mal da vaca-louca); c) a sexagem de embriões. (AU)