Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do tratamento com solução hipertônica de NaCl 7.5% na isquemia/reperfusão hepática em ratos

Resumo

A lesão de isquemia-reperfusão (IR) do fígado é caracterizada pelo agravamento da lesão isquêmica hepatocelular, quando o órgão é revascularizado. Nessa lesão ocorre liberação de diversas citocinas, produção aumentada de óxido nítrico e outras espécies reativas de oxigênio que não só lesam o fígado mas produzem síndrome inflamatória sistêmica. Diversas técnicas terapêuticas, como pré condicionamento hepático, oclusão vascular intermitente, antioxidantes, antagonistas dos fatores ativadores de plaquetas e anti-TNF têm sido utilizadas para reduzir a lesão hepática na isquemia-reperfusão e a subseqüente lesão pulmonar. O uso de soluções salinas hipertônicas tem se mostrado efetivo no tratamento do choque hemorrágico, através da melhora nos mecanismos hemodinâmicos, além de uma possível ação anti-inflamatória e, desde que se considere o choque hemorrágico tratado como um modelo de isquemia-reperfusão, é possível que a utilização de solução salina hipertônica seja útil na redução dos efeitos nas lesões locais e sistêmicas na isquemia-reperfusão hepática. O objetivo deste trabalho é estudar os efeitos locais e sistêmicos da administração da solução salina hipertônica (NaCl 7,5%) na lesão de isquemia-reperfusão hepática em ratos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS FIGUEIRA, ESTELA REGINA; BACCHELLA, TELESFORO; MENDONCA COELHO, ANA MARIA; SAMPIETRE, SANDRA NASSA; TRINDADE MOLAN, NILZA APARECIDA; CUBERO LEITAO, REGINA MARIA; CESAR MACHADO, MARCEL CERQUEIRA. Timing-dependent protection of hypertonic saline solution administration in experimental liver ischemia/reperfusion injury. SURGERY, v. 147, n. 3, p. 415-423, MAR 2010. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.