Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo ex-vivo dos mecanismos reguladores da interação leucócito-endotélio após trauma esplâncnico e sua relevância para a inflamação pulmonar: envolvimento do sistema linfático

Processo: 05/02271-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2006 - 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Wothan Tavares de Lima
Beneficiário:Wothan Tavares de Lima
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pneumonia  Traumatismo por reperfusão  Síndrome do desconforto respiratório em adultos  Pulmão  Reabilitação (terapêutica médica) 

Resumo

A isquemia/reperfusão intestinal (I/R-intestinal) é um problema clínico que se associa ao desenvolvimento de inflamação sistêmica, disfunção da microcirculação pulmonar e desencadeamento da Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA). A SDRA é uma forma de lesão pulmonar aguda caracterizada por hipoxemia, lesão tecidual e microvascular, na qual os neutrófilos ocupam lugar de destaque. No contexto do recrutamento celular a geração de mediadores e de fatores de crescimento interagindo com as células endoteliais (interação leucócito~endotélio) constitui evento crucial para a lesão tecidual pulmonar. Todavia sua relevância para o reparo tecidual pulmonar ainda não foi investigada. Recentemente mostramos que a magnitude da inflamação e da lesão microvascular pulmonar causada pela I/R-intestinal é modulada por fatores presentes na linfa drenada do mesentérico. A hipótese que se lança é da que fatores na linfa modulam a interação leucocito-endotélio no pulmão. Disso resulta condição inflamatória adicional, geração de mediadores e modificação do estado funcional de fagócitos pulmonares. Assim, estudos da interação leucócito-endotélio pulmonar na I/R-intestinal revestem-se de importância adicional. Assim, culturas primárias de células endoteliais serão estabelecidas e mantidas em contato com neutrófilos e com alíquotas de linfa de animais submetidos a I/R-intestinal. Serão avaliados os componentes das células endoteliais, da matriz extracelular e enzimas envolvidas na degradação desta matriz. Paralelamente, analisaremos o efeito da reperfusão intestinal prolongada (1, 3 e 5 dias) sobre a lesão pulmonar e os mecanismos reguladores da reparação tecidual pulmonar. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BREITHAUPT-FALOPPA, ANA CRISTINA; VITORETTI, LUANA BEATRIZ; CAVRIANI, GABRIELA; LINO-DOS-SANTOS-FRANCO, ADRIANA; SUDO-HAYASHI, LIA SIGUEMI; OLIVEIRA-FILHO, RICARDO MARTINS; BORIS VARGAFTIG, B.; TAVARES-DE-LIMA, WOTHAN. Intestinal Lymph-Borne Factors Induce Lung Release of Inflammatory Mediators and Expression of Adhesion Molecules After an Intestinal Ischemic Insult. JOURNAL OF SURGICAL RESEARCH, v. 176, n. 1, p. 195-201, JUL 2012. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.