Busca avançada
Ano de início
Entree

Implante primário de lente intraocular para o tratamento da catarata congênita

Processo: 09/53284-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2010 - 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Lottelli Rodrigues
Beneficiário:Antonio Carlos Lottelli Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Catarata  Afácia  Ambliopia  Implante de lente intraocular 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_218_166_166.pdf

Resumo

A catarata congênita é a principal causa de cegueira recuperável na primeira infância. Sua detecção precoce é feita pelo teste do reflexo vermelho, obrigatório por lei no Estado de São Paulo desde 2007. A realização do teste permite o diagnóstico precoce da catarata congênita, no entanto é preciso também dar seguimento, realizando adequadamente o tratamento cirúrgico e combate à ambliopia. O tratamento cirúrgico deve ser realizado em centros habituados ao tratamento da criança com catarata. Habitualmente nos dois primeiros anos de vida, a criança é deixada afácica. O combate a ambliopia da criança afácica, com óculos, apresenta uma série de desvantagens que podem levar à baixa aderência ao tratamento com desenvolvimento visual inadequado. Outra alternativa para o combate à ambliopia do afácico são as lentes de contato, mas as que dispomos não são viáveis para tratamento dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Justifica-se assim a busca por tratamentos cirúrgicos mais eficazes e que facilitem o combate à ambliopia. O implante de lente intraocular (LIO) primário tem essa característica, no entanto, os altos índices de complicação tornaram o procedimento controverso. A atual evolução de técnicas e materiais, contudo, vem tornando o implante cada vez mais aceitável e com resultados encorajadores, mostrando inclusive que ele diminui a incidência de glaucoma no pós-operatório. Este projeto tem o objetivo geral de fortalecer nosso centro de tratamento da catarata infantil (CTCI/FMB/Unesp) e específico para avaliar segurança, eficácia e efetividade do tratamento da catarata congênita com implante primário de LIO nos pacientes SUS, utilizando técnicas e materiais adequados à criança. (AU)