Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto de educação permanente em saúde de fortalecimento da atenção básica do Departamento Regional de Saúde - DRS III Araraquara: análise e perspectivas

Processo: 09/53139-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Silvana Martins Mishima
Beneficiário:Silvana Martins Mishima
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Atenção à saúde  Política de saúde  Formação e capacitação de recursos humanos  Educação continuada 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_236_176_177.pdf

Resumo

Trata-se de pesquisa de abordagem qualitativa que tem por objetivo analisar os processos desencadeados na atenção básica pelo projeto de educação permanente em saúde intitulado ‘Fortalecimento da Atenção Básica: reorganizando as práticas de atenção e gestão’ em desenvolvimento na região de abrangência do Departamento Regional de Saúde III (DRS 111) de Araraquara - São Paulo. Esse projeto está em andamento, envolvem vinte e quatro municípios e cento e quarenta e quatro trabalhadores de diferentes formações. O material empírico se constituirá de dados primários e secundários mediante a utilização de diferentes técnicas de coleta de dados, oriundos: de entrevistas semiestruturadas com os gestores, grupos focais por regiões de saúde com os trabalhadores de Unidade Básica e Saúde da Família, participantes do projeto e grupos focais com coordenadores, e de fonte documental relativa aos relatórios de atividades, relatos de experiência de participantes e coordenadores, das memórias do grupo de trabalho. Será realizada análise temática com utilização do software Alceste para ordenamento dos dados. O referencial teórico metodológico compõe-se da educação permanente em saúde e processo de trabalho em saúde. Os resultados auxiliarão a comissão de integração ensino e serviço, gestores municipais e trabalhadores, a primeira em sua tarefa de avaliar as ações de educação permanente em saúde; os gestores na implementação e sustentação das ações relativas a educação na saúde pactuadas no termo de compromisso de gestão municipal e na condução da atenção básica de seu município; e, os trabalhadores da rede básica na apropriação e ressignificação do seu processo de trabalho e desenvolvimento de prática crítico-reflexivo. (AU)