Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise genotípica de blaSHV de Klebsiella pneumoniae isolados no Hospital de Base de São José do Rio Preto

Processo: 06/00514-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2006 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Mara Corrêa Lelles Nogueira
Beneficiário:Mara Corrêa Lelles Nogueira
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):06/01921-9 - Analise genotipica de blashv de klebsiella pneumoniae isolados no hospital de base de sao jose do rio preto., BP.TT
Assunto(s):Microbiologia médica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Antimicrobianos | Blashv | Dklebsiella | Esbl | Microbiologia clínica

Resumo

Os antibióticos beta-lactamâmicos estão entre as drogas antimicrobianas mais prescritas em todo o mundo. Entretanto, o principal mecanismo de resistência a estas drogas, que é a produção de beta-lactamases, encontra-se em constante aumento e evolução. Em K. pneumoniae, a beta-lactamase mais comumente encontrada é SHV-1. Esta enzima é uma beta-lactamase de espectro restrito, apresentando atividade sobre beta-lactamâmicos de primeira geração. Mutações pontuais no gene blaSHV-1 são responsáveis pela ampliação do espectro de ação da enzima correspondente, permitindo a hidrólise da maioria das cefalosporinas de terceira geração. Estas enzimas são denominadas beta-lactamases de amplo espectro ou ESBLs (Extended spectrum beta-lactamazes). Atualmente, patógenos produtores de ESBLs são a maior causa de falha terapêutica com cefalosporinas. K. pneumoniae é a espécie que apresenta a maior diversidade de fenótipos de resistência associados à produção de ESBLs, e onde estas enzimas são mais comumente encontradas. Surtos de infecção hospitalar causados por estas bactérias estão associados à disseminação de clones, principalmente entre pacientes internados em unidades de terapia intensiva (UTIs), onde há maior prescrição de antibióticos e concentração de pacientes em condições críticas. Nas UTIs do Hospital de Base de São José do Rio Preto (HB), as K. pneumoniae produtoras de ESBLs constituem significativa porcentagem das cepas resistentes isoladas em pacientes com infecções hospitalares. Apesar de o Brasil apresentar uma das mais altas frequências de K. pneumoniae produtoras de ESBL do mundo, estudos epidemiológicos para a elucidação das formas de disseminação e evolução da resistência associada às ESBLs tipo SHV no país são raros. Além disso, poucos dados relacionados à caracterização das ESBLs produzidas por K. pneumoniae no Brasil são disponíveis... (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOLLENTINO, FERNANDA M.; POLOTTO, MILENA; NOGUEIRA, MAURICIO L.; LINCOPAN, NILTON; NEVES, PATRICIA; MAMIZUKA, ELSA M.; REMELI, GISELE A.; DE ALMEIDA, MARGARETE T. G.; RUBIO, FERNANDO G.; NOGUEIRA, MARA C. L.. High Prevalence of bla(CTX-M) Extended Spectrum Beta-Lactamase Genes in Klebsiella pneumoniae Isolates from a Tertiary Care Hospital: First report of bla(SHV-12), bla(SHV-31), bla(SHV-38), and bla(CTX-M-15) in Brazil. MICROBIAL DRUG RESISTANCE, v. 17, n. 1, p. 7-16, . (06/00514-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.