Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias adaptativas de espécies arbóreas típicas de ambientes de solo hidricamente saturado: uma abordagem morfológica, bioquímica e ecofísiológica

Processo: 94/02058-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 1994 - 31 de março de 1998
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Carlos Alfredo Joly
Beneficiário:Carlos Alfredo Joly
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ecofisiologia vegetal  Matas ciliares  Árvores florestais  Inundações  Respiração vegetal  Fotossíntese  Mudança climática 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_43_65_65.pdf

Resumo

As matas ciliares constituem um ecossistema extremamente degradado no estado de São Paulo, restando poucos remanescentes representativos principalmente no interior do estado. Face a esta situação, tem sido propostos alguns projetos para recuperação destas áreas. Pelo fato do ambiente ciliar ser muito peculiar em suas características abióticas, e sujeito a inundações periódicas, poucas espécies conseguem se desenvolver nestas condições. Esta observação é confirmada pela baixa diversidade florística destas áreas, se comparadas com as matas mesófilas de planalto. Existem poucos estudos abordando as estratégias de tolerância ao alagamento de espécies brasileiras. Trabalhos com este enfoque poderiam fornecer subsídios importantes para os projetos de recomposição de vegetação ciliar. O objetivo deste trabalho é fornecer estes subsídios, através do estudo do efeito da saturação hídrica do solo em espécies típicas deste ambiente, avaliando o comportamento germinativo e as respostas morfológicas, fisiológicas e metabólicas, tanto do sistema radicular, quanto da parte aérea das plantas. (AU)