Busca avançada
Ano de início
Entree

Patogenicidade de Metarhizium anisopliae, Beauveria bassiana e Paecilomyces fumosoroseus para a mosca-dos-chifres Haematobia irritans (Diptera: Muscidae)

Processo: 05/04498-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2006 - 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Monteiro
Beneficiário:Antonio Carlos Monteiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ectoparasitoses  Haematobia irritans  Mosca dos chifres  Controle biológico 

Resumo

O Brasil consolidou, em 2004, a posição de maior exportador mundial de carne bovina, abrindo uma vantagem em relação aos Estados Unidos, historicamente o líder neste comércio. No entanto, os prejuízos causados pelos principais ectoparasitos do rebanho bovino brasileiro podem exceder a 2 bilhões de dólares por ano. Entre estes parasitos, destaca-se a mosca-dos-chifres Haematobia irritans, que tem causado danos e muita preocupação na pecuária mundial. Os prejuízos econômicos, que no Brasil são estimados em US$ 150 milhões, decorrem da perturbação que demonstram os bovinos parasitados, fator que interfere na produtividade animal. O controle de H. irritans se baseia quase que exclusivamente na aplicação de inseticidas químicos, o que conduz inevitavelmente a uma seleção de indivíduos resistentes, diminuindo a eficiência do controle. Além disso, o tratamento com esses químicos também tem ocasionado impacto sobre os inimigos naturais deste inseto como os parasitóides, predadores e microrganismos responsáveis pela redução natural das populações da mosca. Devido aos fatores mencionados, cresce a necessidade de estudos para se estabelecer métodos biológicos de controle, que mantenham a população de H. irritans abaixo do nível de dano econômico, sem ocasionar possíveis desequilíbrios ambientais. É ampla a diversidade de microrganismos que estão presentes no ambiente. Entre estes, estão os fungos entomopatogênicos que se destacam por ocorrerem naturalmente sobre mais de 300 espécies de insetos, em seus vários estádios de vida, incluindo pragas importantes. Vários trabalhos têm relatado a eficiência destes entomopatógenos sobre dípteros, mas nada se sabe sobre a patogenicidade destes fungos para a mosca-dos-chifres. Com isso, o presente trabalho tem como objetivo analisar a patogenicidade de isolados dos fungos Metarhizium anisopliae, Beauveria bassiana e Paecilomyces fumosoroseus para a mosca-dos-chifres Haematobia irritans... (AU)