Busca avançada
Ano de início
Entree

Envelhecimento ativo e cidade amiga do idoso: estudo para a implantação do bairro amigo do idoso da Vila Clementino do município de São Paulo/SP

Processo: 09/53103-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Tereza Etsuko da Costa Rosa
Beneficiário:Tereza Etsuko da Costa Rosa
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento  Serviços de saúde para idosos  Idosos  Cidade saudável  São Paulo 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_257_188_188.pdf

Resumo

Para alcançar os propósitos da Política Nacional de Saúde do Idoso, foram definidas como diretrizes essenciais à promoção do envelhecimento saudável: a manutenção da capacidade funcional; a assistência às necessidades de saúde do idoso; a reabilitação da capacidade funcional comprometida; a capacitação de recursos humanos especializados; o apoio ao desenvolvimento de cuidados informais e o apoio a estudos e pesquisas. Além disso, as políticas voltadas para a saúde da pessoa idosa determinam que a atenção a essa população deva ter como preocupação básica a sua permanência na comunidade, no seu domicílio, o máximo de tempo, de forma autônoma, na medida do possível. Assim, a família, a assistência primária e a assistência social são os pilares desse cuidado. Considerando-se que a Norma Operacional Básica de 1996, do Sistema Único de Saúde (NOB/96 - SUS), também contemplava o entendimento de que a atuação do setor saúde deve ser em três campos, o da assistência, o das intervenções ambientais e o das políticas externas ao setor saúde, este projeto visa à consolidar uma estratégia de integração de esforços públicos, de organizações civis e das comunidades para contribuir para uma atenção à pessoa idosa que vá além dos limites dos cuidados estritos de saúde, utilizando a abordagem do envelhecimento ativo e curso de vida para a ‘otimização das oportunidades para a saúde, participação e a segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem’. Para tanto projeto se propõe a realizar um estudo piloto para a implantação do bairro amigo do idoso da Vila Clementino, com vistas a transferir este conhecimento para outros bairro e cidades do estado de São Paulo e mesmo de outros estados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Qualidade de vida é o maior desafio da longevidade