Busca avançada
Ano de início
Entree

Descentralização e regionalização no SUS: o caso dos colegiados de gestão regional da região metropolitana de São Paulo

Processo: 09/53101-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Marcia Faria Westphal
Beneficiário:Marcia Faria Westphal
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Descentralização da saúde  Regionalização  Promoção da saúde  Gestão em saúde  Sistema Único de Saúde  São Paulo 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_239_178_178.pdf

Resumo

Partindo do pressuposto de que a descentralização no campo das políticas públicas é um fator inexorável na ampliação e desenvolvimento de ações de promoção de saúde e qualidade de vida, dado um espaço territorial, o problema que se coloca para ser investigado neste trabalho é: o colegiado de gestão regional operacionaliza a descentralização tal como expresso no pacto de gestão no SUS entre os entes federados no Brasil? Esta proposta se justifica pelo fortalecimento progressivo dos municípios como entidades federativas responsáveis por uma abrangente e diversificada agenda de políticas públicas, e da consolidação do próprio SUS. Espera-se com essa pesquisa conhecer melhor o estágio de descentralização na tomada de decisões experimentada pelo conjunto de gestores municipais e o gestor estadual que interagem nos dez colegiados de gestão regional existentes na RMSP, considerados os três colegiados intramunicipais de Guarulhos, através da análise da dinâmica desses CGR em sua dimensão de espaço institucional de gestão descentralizada. (AU)