Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de indicadores entomológicos de dengue em regiões do estado de São Paulo, Brasil

Processo: 09/53123-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de dezembro de 2010 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Virgília Luna Castor de Lima
Beneficiário:Virgília Luna Castor de Lima
Instituição Sede: Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Indicadores entomológicos  Incidência  São Paulo  Dengue  Vírus da dengue  Controle de vetores  Aedes aegypti 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Aedes Aegypti | Controle De Vetores | Dengue | Incidencia | Indicadores Entomologicos | Infeccao Viral Em Mosquitos
Publicação FAPESP:https://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_238_177_178.pdf

Resumo

Apesar de a única estratégia de controle da transmissão de dengue, atualmente disponível, ser a diminuição dos níveis de infestação vetorial, uma lacuna no conhecimento que vem sendo apontada pelos especialistas é relativa a indicadores entomológicos que estimem a densidade real de A. aegypti e que seja representativa de risco epidêmico de dengue. Isto dificulta a utilização desses indicadores no planejamento das ações de controle. Objetivo- avaliar e relacionar entre si e medir custo dos indicadores entomológicos (índices tradicionais, índice de adulto, índice de ovos, índice de pupas, índice de produtividade e produtividade pupal demográfica), como também relacionar estes com a prevalência de infecção nos mosquitos coletados e com a incidência de dengue no período do estudo. Metodologia- serão medidos todos esses indicadores entomológicos mensalmente em áreas de dois municípios durante 18 meses. Será feito inquérito sorológico em amostra da população dessas áreas no início do estudo e repetido após períodos de 6 meses utilizando MACELlSA, ELISA IgG e IHA. Será, também, acompanhada coorte dos participantes do inquérito para detectar episódio de dengue. A relação dos diversos indicadores entre si será analisada através de modelo de regressão linear. Também serão utilizados testes de correlação para avaliar a relação entre os indicadores e os coeficientes de incidência e os dados abióticos. Resultados esperados- espera-se que com os resultados desse estudo os gerentes dos programas de controle tenham subsídios para optar, em termos de informações a serem obtidas e custo, entre os indicadores entomológicos estudados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOSA, GERSON LAURINDO; DONALISIO, MARIA RITA; STEPHAN, CELSO; LOURENCO, ROBERTO WAGNER; ANDRADE, VALMIR ROBERTO; ARDUINO, MARYLENE DE BRITO; CASTOR DE LIMA, VIRGILIA LUNA. Spatial Distribution of the Risk of Dengue and the Entomological Indicators in Sumare, State of Sao Paulo, Brazil. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 8, n. 5, . (09/53123-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.