Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestão da assistência farmacêutica: avaliação dos indicadores do uso de medicamentos em politerapia e ampliação de um sistema informatizado de gerenciamento da assistência farmacêutica no SUS do município de Campinas

Processo: 09/53237-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas para o SUS
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Patrícia de Oliveira Carvalho
Beneficiário:Patrícia de Oliveira Carvalho
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista , SP, Brasil
Assunto(s):Fármacos  Assistência farmacêutica 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_234_175_176.pdf

Resumo

A presente proposta é resultado de reuniões realizadas entre os pesquisadores da Universidade São Francisco e representantes do departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde do município de Campinas com a finalidade de conhecer os programas e projetos de Assistência Farmacêutica deste município. Conhecendo parte do universo de trabalho e dos desafios aí implícitos, após ampla discussão, a equipe elaborou o presente projeto, o qual contempla ações estruturantes do Ciclo da Assistência Farmacêutica, buscando o desenvolvimento de ferramentas para a melhoria e fortalecimento da gestão e gerenciamento da Assistência Farmacêutica, com enfoque especial na promoção do uso racional de medicamentos. O projeto está dividido em duas etapas. A primeira apresenta uma proposta de avaliação dos indicadores do uso de medicamentos em politerapia, utilizando os dados de dispensação de medicamentos padronizados no SUS obtidos nas unidades básicas de saúde do município. Estes dados serão obtidos através do programa informatizado DIM (Dispensação Individualizada de Medicamentos), recentemente implantado no município. Por conseguinte, na segunda etapa, a partir da análise dos dados e informações obtidos, desenvolver um sistema informatizado (software) que traga informações certificadas cientificamente sobre os medicamentos dispensados em relação a possíveis interações, posologia e informações quanto ao uso do medicamento em relação à dieta alimentar. A proposta desta etapa é desenvolver e aplicar em tempo real esta tecnologia de informação que forneça dados de uso racional de medicamentos, a ser utilizada pelos gestores e pelos profissionais de saúde. Bem utilizadas, podem tornar-se ferramentas importantes para o diagnóstico da situação, fornecendo subsídios técnico-científicos para o planejamento gerencial e a tomada de decisão. (AU)