Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de impressora a jato de tinta para deposição seletiva de materiais ativos e passivos de dispositivos eletrônicos

Processo: 06/06675-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de junho de 2007 - 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Ferragini
Beneficiário:Carlos Alberto Ferragini
Empresa:Carlos Alberto Ferragini - ME
Município: São Carlos
Assunto(s):Polímeros conjugados  Dispositivos eletrônicos  Semicondutores  Impressora  Tintas para impressão 

Resumo

O presente projeto tem por objetivo principal estudar a viabilidade técnica e comercial, bem como desenvolver uma impressora à jato de tinta, tipo piezoelétrica e de baixo custo, para deposição seletiva de materiais ativos e passivos usados na fabricação de dispositivos eletrônicos orgânicos ou inorgânicos, a saber: fotoresiste, tinta prata, resinas de encapsulamento, materiais dielétricos, polímeros eletroluminescentes etc. Para atingir esse objetivo várias etapas intermediárias e de grande importância científica e tecnológica devem ser cumpridas. A primeira delas é o estudo das características físico-químicas das tintas usadas nas impressoras piezoelétricas comerciais, como a tensão superficial, a viscosidade, a concentração, o pH (soluções ácidas ou básicas), os solventes etc. Tais informações fornecerão os parâmetros utilizados no processo de ejeção das gotas e, consequentemente, que serão utilizados no projeto da fabricação das cabeças de impressão. Já a segunda parte, por sua vez, visa o estudo dos dispositivos piezoelétricos e das características elétricas e mecânicas das impressoras existentes comercialmente, além de levantar as empresas fabricantes desses equipamentos. Em seguida, conhecidas as características das tintas e dos sistemas de impressão, partir-se-á para o projeto e à construção de uma cabeça de impressão nacional e resistente quimicamente as diferentes soluções dos materiais ativos e passivos para testes de fabricação de dispositivos orgânicos no Instituto de Física de São Carlos - USP e no Departamento de Física da Universidade Federal de Ouro Preto. Enquanto as cabeção serão fabricadas usando-se placas finas e metálicas com diferentes diâmetros e densidades de furos, os chamados nozzles - que serão obtidos por meio da técnica de ablação a laser, o software de controle será elaborado visando adequar a precisão e a eficiência de ejeção das gotas com a uniformidade dos filmes produzidos. Por último, soluções de polímeros luminescentes serão testados no equipamento visando a fabricação de filmes finos para preparação de dispositivos emissores de luz orgânicos (organic-light-emitting diode - OLED). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.