Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema automático de proteção contra incêndio de riscos estratégicos por CO2

Processo: 06/60835-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2007 - 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil
Pesquisador responsável:Kaoru Baba
Beneficiário:Kaoru Baba
Empresa:Kaoru Baba
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):07/55541-5 - Sistema automático de proteção contra incêndio de riscos estratégicos por CO2, BP.PIPE
Assunto(s):Equipamentos contra incêndio 

Resumo

Existe atualmente uma variedade de sistemas de proteção contra incêndio no mercado mundial, sendo cada um destes específico e apropriado ao tipo e grau de risco apresentado. O sistema automático de proteção contra incêndio de riscos estratégicos por CO2, proposto, será desenvolvido com base nas informações contidas no relatório conclusivo da fase 1 onde o sistema em questão é apresentado como meio de proteção em situações específicas, as quais necessitam de eficiência e rapidez de forma a extinguir um eventual incêndio sem causar elevadas perdas materiais, danos ao meio ambiente e condições comprometedoras a integridade física e saúde do homem. Especificamente, o sistema deve ser implantado em circunstâncias favoráveis a sua proposta, ou seja, em caso de pequenos volumes confinados a serem protegidos, como os componentes eletro-eletrônicos internos de robôs mecânicos das indústrias automobilísticas, o interior de painéis de controle e monitoramento do maquinário de linhas de produção ou centros de processamento de dados. Para estes tipos de riscos, onde não é possível utilizar água, normalmente a proteção é executada convencionalmente por gases como o FM-200, FE-13 ou FE-36 (agentes halocarbônicos), os quais apresentam eficiência contestada em função dos danos oferecidos à saúde em caso de inalação, a dificuldade de obtenção no mercado nacional e a necessidade de descarregar o gás em ambiente habitado. O desenvolvimento deste sistema como forma de proteção se mostra importante para o meio industrial considerando as vantagens apresentadas pela utilização do CO2 como agente de combate a incêndios, pois este gás além de apresentar facilidade de obtenção no mercado nacional, sendo largamente utilizado nas indústrias, é produto final do metabolismo humano, ou seja, a princípio inofensivo à saúde do homem. Outra característica relevante do sistema proposto é apresentada pela forma de aplicação do gás, o qual é injetado diretamente no interior do risco, desta forma agindo com maior rapidez no foco do incêndio garantindo a segurança humana, a diminuição de perdas materiais e a agilidade no procedimento de reparo para a continuidade da produção. (AU)