Busca avançada
Ano de início
Entree

Juventude, escolarização e poder local

Processo: 02/08478-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2003 - 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Pesquisador responsável:Marilia Pontes Sposito
Beneficiário:Marilia Pontes Sposito
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Sérgio Haddad
Auxílios(s) vinculado(s):05/50516-7 - Jean-Jacques Schaller | Université Paris XIII - França, AV.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):06/50225-5 - A região do ABC: uma análise das trajetórias das ações voltadas para jovens, BE.PQ
05/55239-1 - Juventude, escolarização e poder local: um estudo da nova institucionalidade do poder público local no município de São Paulo, BP.IC
04/15294-0 - Juventude, escolarização e poder local, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 04/07955-7 - Juventude, escolarização e poder local, BP.TT
04/05475-8 - Política pública e trajetórias juvenis no mundo do trabalho: análise sobre os jovens egressos do programa bolsa trabalho na Cidade de São Paulo, BP.DR
04/01458-1 - Juventude, escolarização e poder local, BP.TT
03/02944-4 - Juventude, escolarização e poder local, BP.TT
03/02687-1 - Juventude, escolarização e poder local: as ações para a inserção do jovem no mundo informatizado, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Escolaridade  Jovens  Políticas públicas  Sociedade civil 

Resumo

O projeto tem como eixo central de investigação as concepções e o modo como vem sendo construído o campo de ações públicas destinadas aos jovens, sobretudo aqueles de origem popular, nos últimos anos pelo poder municipal. Por meio da constituição de novas bases de dados que integrarão aquelas existentes, apoiadas pelo projeto temático anterior, serão contempladas as ações municipais na área de educação que ultrapassam a oferta de ação escolar regular), trabalho, lazer, cultura, esportes e demais programas voltados para a redução da violência ou novas formas de interação com os segmentos juvenis, como o orçamento participativo, entre outras. O projeto compreende dois eixos investigativos, o primeiro voltado para a questão da juventude de modo mais amplo (Rede 1) e o segundo para a educação de jovens e adultos (Rede 2). Objetivos Rede 11. construir base de dados que permita descrever e conhecer as ações desenvolvidas pelo executivo municipal para os segmentos juvenis; 2. examinar as representações normativas correntes sobre a idade e os atores jovens na formulação e implementação das políticas de âmbito municipal, incluindo aquelas que pressupõem parcerias com instituições da sociedade civil; 3. analisar o modo como são estabelecidas as relações com os próprios segmentos juvenis destinatários das políticas implantadas pelos governos municipais a serem estudados; 4. descrever e categorizar as ações de modo a configurar eixos compreensivos a partir dos quais se constituem as ações emergentes públicas que propõem a juventude como alvo privilegiado Rede 11. Construir uma base de dados abrangente que permita descrever e conhecer as ações desenvolvidas pelo executivo municipal, para a educação de jovens e adultos; 2. examinar como se constituíram os diversos programas municipais de atendimento escolar para jovens e adultos sob o impacto das reformas de ensino recentes, quais os mecanismos adotados para sua estrutura, financiamento e funcionamento 3. analisar os diversos desenhos e concepções de relacionamento entre o poder público e entidades da sociedade civil no atendimento da escolarização de jovens e adultos; 4. verificar como o rejuvenescimento da população atendida em programas de escolarização de jovens e adultos tem sido considerado em políticas e processos pedagógicos. Estratégia e Metodologia com o apoio de uma rede de pesquisadores locais, serão investigados municípios das regiões metropolitanas de 9 capitais do país, num total de 74 cidades. Trabalho de campo: fase I criação de base de dados compreendendo os dois eixos temáticos. Os dados serão coletados a partir de um roteiro comum e tratados por meio do programa Access com interface Delphi ou SQL. As informações serão obtidas diretamente nos organismos públicos, com o trabalho de campo de bolsistas de IC, auxiliares de pesquisa em cada localidade e por meio de entrevistas realizadas pelos pesquisadores. Essa nova base de dados integrará as bases atuais disponibilizadas no site da Ação Educativa com links para homepage da área de pós graduação Sociologia de Educação, da FEUSP, coordenada por Marília Pontes Spósito. Fase 2 - estudos de caso que permitam cobrir o amplo espectro de formas de ação, suas concepções normativas sobre a idade no planejamento e na execução das ações. Os estudos de caso também investigarão o impacto da mudança de administração nas formulações e implementações das políticas (fins de 2004 e início de 2005) Produtos - 1 base de dados sobre iniciativas públicas municipais para juventude e iniciativas públicas municipais de educação de jovens e adultos, disponibilizada por acesso remoto - 2 livros (1 sobre iniciativas públicas municipais para Juventude e outro para EJA) - Incorporação dos resultados ao Observatório de Educação e Juventude, uma iniciativa de Ação Educativa que tem por objetivo elaborar e disseminar informações e opiniões qualificadas sobre políticas educacionais e de juventude. (AU)