Busca avançada
Ano de início
Entree

Emissão de gases do efeito estufa durante o manejo da vinhaça e da palha em áreas cultivadas com cana de açúcar: ampliação da infraestrutura analítica

Processo: 12/50694-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2013 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Convênio/Acordo: CNPq - Programa Primeiros Projetos
Pesquisador responsável:Janaina Braga Do Carmo
Beneficiário:Janaina Braga Do Carmo
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba, SP, Brasil
Assunto(s):Gases do efeito estufa  Etanol  Vinhaça  Fertilidade do solo  Cana-de-açúcar  Nitrogênio 

Resumo

O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar e as perspectivas atuais são de grande crescimento no setor, levando-se em conta, dentre outros fatores, o interesse de diversos países em utilizar o etanol como combustível, no contexto do protocolo de Quioto e de questões geopolíticas e ambientais envolvendo os combustíveis fósseis. No entanto, a produção de etanol tem recebido inúmeras críticas, principalmente no cenário das mudanças climáticas e aquecimento global. Contudo, tais críticas não foram baseadas em medidas diretas de emissão de N2O em canaviais e tão pouco em avaliações intensivas contemplando os principais manejos de solo do ciclo produtivo (vegetativo) da planta. Portanto, 0 setor necessita que essas medidas sejam feitas, e nada se sabe a respeito da utilização de resíduos no solo durante o cultivo da cana-de-açúcar no Brasil, no que diz respeito às emissões de gases que causam o efeito estufa. Por esse motivo, o objetivo principal dessa proposta é ampliar a infraestrutura científica do Laboratório Bioclima da UFSCar campus Sorocaba (SP) para aumentar a eficiência analítica de amostras, podendo atender as demandas de parceiros de pesquisa na área a com isso, aumentar e melhorar o conhecimento do país sobre as perdas de N na forma de N2O e outros gases do efeito estufa, durante o ciclo produtivo da cana-de-açúcar após a aplicação dos dois tipos de vinhaça (mosto misto e vinhaça concentrada). Além dessas medidas, avaliações das formas nitrogenadas lixiviáveis e parâmetros edáficos após a adubação e aplicação das vinhaças, também serão foco desse projeto. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Conversão de pastagem em lavoura de cana aumenta emissões de gases de efeito estufa  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.