Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo psicológico da regulação emocional a partir dos efeitos de antidepressivos

Processo: 01/00189-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de outubro de 2001 - 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Valentim Gentil Filho
Beneficiário:Valentim Gentil Filho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Clarice Gorenstein ; Maria Inês Nogueira ; Nubio Negrao
Bolsa(s) vinculada(s):02/13244-0 - Personalidade, afeto e impulso - efeitos de baixas doses de um antidepressivo na resposta emocional de indivíduos normais - um estudo exploratório, BP.PD
02/10248-5 - Impulsividade no dia-a-dia: investigação dos efeitos de baixas doses de um antidepressivo em indivíduos normais, BP.PD
Assunto(s):Clínica médica  Antidepressivos 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/publicacoes/pasta_med_29.pdf

Resumo

Observações clínicas e dados experimentais (Gorenstein et ai., 1998; Knutson et al., 1998) sugerem que o tratamento com doses baixas ou moderadas de antidepressivos a voluntarios normais está associado a efeitos extraterapêuticos que incluem: aumento da autoconfiança, melhora do humor e do bem-estar; menor irritabilidade e maior tolerância a estímulos aversivos; maior sociabilidade; melhora subjetiva do processamento cognitivo e da capacidade de decisão, etc. Além destes, manifestam-se, entre outros, os seguintes efeitos colaterais: aumento de peso e apetite alimentar, particularmente para carboidratos; redução da duração do sono, com despertares noturnos e ausência de efeitos residuais diurnos significativos; liberação de comportamentos impulsivos. 0 maior interesse em administrar antidepressivos a sujeitos normais advém da possibilidade de estudar os fenômenos induzidos por essas drogas sem a interferência do quadro clínico. Tais estudos ainda são iniciais e vários aspectos precisam ser mais bem investigados. 0 presente projeto visa dar prosseguimento e aumentar a abrangência de nossas pesquisas sobre os efeitos de baixas doses de antidepressivos no estado emocional habitual de pessoas normais e de portadores de transtornos psiquiátricos menores para tentar delimitar seu espectro de ação "extraterapêutico". A primeira fase envolverá um ensaio clínico em voluntários normais sem antecedentes de diagnóstico psiquiátrico e estudos em animais. Os voluntários, subdivididos em normais sintomáticos e normais assintomáticos, receberão clomipramina em doses flexíveis de 10 a 50 mg ou placebo administrados em grupos paralelos, sob condições duplo-cegas, durante 6 semanas e serão avaliados antes e ao final do tratamento. Este estudo será desenvolvido em blocos de 20 sujeitos para cada tratamento, repetidos enquanto necessário para completar as amostras requeridas nos experimentos a ele associados. Os objetivos principais são: a) Avaliar o efeito de antidepressivos sobre características de personalidade, humor e outras variáveis psicológicas, bem como sua relação com o processamento de informações, ritmos biológicos, comportamento alimentar e neuroimagem; b) Explorar os efeitos no ciclo sono-vigília avaliando a macro e a microestrutura do sono noturno, as medidas objetivas e subjetivas de sonolência diurna e noturna, os ritmos circadianos de temperatura, atividade e humor e os efeitos sobre a secreção de melatonina; c) Estudar o efeito de antidepressivos sobre o apetite alimentar e suas relações com mecanismos de ganho de peso e avidez. Estudos em ratos determinarão os efeitos da ciomipramina sobre a ingestão de macronutrientes, de sacarose e sucralose e avidez por sacarose; d) Explorar os correlatos anátomo-flancionais dos estados emocionais e motivacionais antes e após tratamento com antidepressivos. Medidas de ressonância magnética funcional serão obtidas em diferentes condições de indução de irritabilidade, antes e após tratamento com clomípramina. Ensaios clínicos subseqüentes com clomipramina ou outros antidepressivos, baseados nos resultados deste primeiro ensaio, serão realizados em voluntários normais ou pacientes psiquiátricos para verificar as questões de especificidade, validade e reprodutibilidade desses resultados. Caso nossos achados anteriores em sujeitos normais sejam confirmados, eles poderão ter implicações clínicas e sociais importantes. A estabilização e a melhora da resposta emocional de pessoas consideradas instáveis emocionalmente têm evidente impacto favorável nas relações interpessoais, familiares e profissionais. A demonstração de mudanças nestes aspectos de personalidade poderá ter implicações importantes na definição das circunstâncias nas quais determinados sujeitos se beneficiariam mais de um tratamento farmacológico ou psicoterápico ou ambos. (AU)

Publicações científicas (9)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CERQUEIRA, C. T.; SATO, J. R.; DE ALMEIDA, J. R. C.; AMARO, JR., E.; LEITE, C. C.; GORENSTEIN, C.; GENTIL, V.; BUSATTO, G. F. Healthy individuals treated with clomipramine: an fMRI study of brain activity during autobiographical recall of emotions. TRANSLATIONAL PSYCHIATRY, v. 4, JUL 2014. Citações Web of Science: 3.
RATZKE, ROBERTO; MORENO, DORIS HUPFELD; GORENSTEIN, CLARICE; MORENO, RICARDO ALBERTO. Validity and reliability of the Structured Clinical Interview for Mood Spectrum - Brazilian Version (SCIMOODS-VB). Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 33, n. 1, p. 64-67, MAR 2011. Citações Web of Science: 2.
CARDOSO DE ALMEIDA, J. R.; PHILLIPS, M. L.; CERQUEIRA, C. T.; ZILBERMAN, M.; LOBO, D.; HENNA, E.; TAVARES, H.; AMARO, E.; GORENSTEIN, C.; GENTIL, V.; BUSATTO, G. F. Neural activity changes to emotional stimuli in healthy individuals under chronic use of clomipramine. JOURNAL OF PSYCHOPHARMACOLOGY, v. 24, n. 8, p. 1165-1174, AUG 2010. Citações Web of Science: 10.
MARKUS, R. P.; FRANCO, D. G.; CARVALHO, L. A.; GENTIL, V.; GORENSTEIN, C. Acute increase in urinary 6-sulfatoximelatonin after clomipramine, as a predictive measure for emotional improvement. JOURNAL OF PSYCHOPHARMACOLOGY, v. 24, n. 6, p. 855-860, JUN 2010. Citações Web of Science: 7.
BOFFINO, CATARINA C.; CARDOSO DE SA, CRISTINA S.; GORENSTEIN, CLARICE; BROWN, RICHARD G.; BASILE, LUIS F. H.; RAMOS, RENATO T. Fear of heights: cognitive performance and postural control. EUROPEAN ARCHIVES OF PSYCHIATRY AND CLINICAL NEUROSCIENCE, v. 259, n. 2, p. 114-119, FEB 2009. Citações Web of Science: 20.
CERQUEIRA, C. T.; ALMEIDA, J. R. C.; GORENSTEIN, C.; GENTIL, V.; LEITE, C. C.; SATO, J. R.; AMARO, JR., E.; BUSATTO, G. F. Engagement of multifocal neural circuits during recall of autobiographical happy events. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 41, n. 12, p. 1076-1085, DEC 2008. Citações Web of Science: 9.
HENNA, ELAINE; ZILBERMAN, MONICA L.; GENTIL, VALENTIM; GORENSTEIN, CLARICE. Validity of a frustration-induction procedure. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 30, n. 1, p. 47-49, Mar. 2008.
CALEGARI‚ L.; GORENSTEIN‚ C.; GENTIL‚ V.; PLANETA‚ C.S.; NUNES-DE-SOUZA‚ R.L. Effect of chronic treatment with clomipramine on food intake‚ macronutrient selection and body weight gain in rats. BIOLOGICAL & PHARMACEUTICAL BULLETIN, v. 30, n. 8, p. 1541-1546, 2007.
ALVES, TANIA C. T. F.; RAYS, JAIRO; FRAGUAS, JR., RENERIO; WAJNGARTEN, MAURICIO; TELLES, RENATA M. S.; DE SOUZA DURAN, FABIO LUIS; MENEGHETTI, JOSE C.; ROBILOTTA, CECIL CHOW; PRANDO, SILVANA; DE CASTRO, CLAUDIO CAMPI; BUCHPIGUEL, CARLOS A.; BUSATTO, GERALDO F. Association between major depressive symptoms in heart failure and impaired regional cerebral blood flow in the medial temporal region: a study using (99)mTc-HMPAO single photon emission computerized tomography (SPECT). PSYCHOLOGICAL MEDICINE, v. 36, n. 5, p. 597-608, MAY 2006. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.