Busca avançada
Ano de início
Entree

Abacate na alimentação de cabras: produção, composição e perfil de ácidos graxos do leite e parâmetros ruminais

Resumo

Nos últimos anos houve uma intensificação na procura por alimentos funcionais. O leite de cabra, por sua constituição é considerado um alimento funcional, em função dos baixos teores de ±S1-caseína e do pequeno tamanho dos glóbulos de gordura, que reduz o potencial alergênico e facilita a digestão, respectivamente. Por essas características é muito usado na alimentação de crianças com algum tipo de alergia ao leite de vaca, idosos e enfermos com problemas digestivos. Como ponto negativo o leite de cabra tem na sua constituição maior quantidade de ácidos graxos de cadeia longa saturada e menor de insaturados, alem de maior teor de colesterol que o leite de vaca, características relacionadas ao aparecimento de doenças. Por outro lado, o ácido linoléico conjugado (CLA) tem sido apontado como uma substância com propriedades antimutagênicas, anticarcinogênicas, alem de atuar na redução do colesterol. Seu conteúdo na gordura do leite é dependente da quantidade e composição de ácidos graxos da dieta. Assim dietas com inclusão de fontes ricas em ácido linoleico aumentam a síntese de CLA. O abacate por apresentar elevados teores de gorduras monoinsaturadas, uma boa produtividade e época de colheita que coincide com a época de parição e safra de leite de cabra, pode se tornar uma boa opção ao produtor de leite como substituto do milho na dieta. Dessa forma este projeto objetiva avaliar os efeitos da inclusão de abacate na sua forma natural e de seu óleo na dieta de cabras em lactação, mantidas em pasto, sobre a produção e composição do leite, e o perfil de acidos graxos especialmente no CLA. Este projeto será constituído de dois experimentos, no primeiro serão utilizadas seis cabras Anglo Nubianas, mantidas em pasto de capim Tobiatã, com aproximadamente 45 dias de lactação, peso corporal de 50 kg e potencial de produção de 2,5 kg de leite/dia, distribuídas em dois quadrados latinos 3 x 3 para avaliar o consumo de concentrado e volumoso (pasto), produção, composição e perfil de ácidos graxos do leite. No segundo será usado o mesmo delineamento em três cabras providas de canula ruminal para avaliar os parâmetros ruminais: pH, ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e nitrigênio amoniacal (N-NH3). (AU)