Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividade antibacteriana, sinergismo e capacidade inibidora de produção de enterotoxinas de compostos fenólicos presentes em óleos essenciais sobre linhagens bacterianas com destaque para Staphylococcus aureus

Processo: 13/02446-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2013 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ary Fernandes Júnior
Beneficiário:Ary Fernandes Júnior
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Vera Lúcia Mores Rall
Assunto(s):Produtos naturais  Compostos fenólicos  Anti-infecciosos  Resistência microbiana a medicamentos  Bactérias patogênicas  Doenças transmissíveis  Testes de sensibilidade microbiana 

Resumo

Desde os primórdios da civilização, a busca pela cura dos males que afligem a humanidade é uma constante. Considerando as inúmeras doenças que podem acometer os seres humanos, as causadas por microrganismos merecem um destaque especial. Embora a antibioticoterapia tenha revolucionado a medicina quanto ao tratamento das doenças infecciosas a ponto de acreditarmos que este tipo de doença não seria mais um problema doravante, a verdade, porém, nos foi apresentada de forma bastante angustiante. Assim, as indústrias farmacêuticas têm sido motivadas ao desenvolvimento de novas drogas antimicrobianas nos últimos anos, especialmente em função da ocorrência de resistência a tais medicamentos. Nesse contexto, as bactérias Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli, Salmonella sp., entre outras, são consideradas as principais responsáveis pelas doenças infecciosas, importante causa de morbidade e mortalidade entre humanos, especialmente nos países em desenvolvimento. Assim sendo, o objetivo deste projeto é avaliar o efeito de compostos majoritários isolados de óleos essenciais de plantas sobre bactérias patogênicas através de testes de Concentração Inibitória Mínima (CIM), bem como analisar se ocorre sinergismo entre os compostos e drogas antimicrobianas de uso comum na medicina tradicional. Também serão realizados testes com doses sub-inibitórias dos compostos sobre S. aureus a fim de se verificar a inibição ou não da produção de enterotoxinas pelos mesmos. Portanto, espera-se avançar em relação ao conhecimento de produtos naturais com potencial de novos agentes antimicrobianos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALBANO, MARIANA; BERGAMO ALVES, FERNANDA CRISTINA; MURBACH TELES ANDRADE, BRUNA FERNANDA; BARBOSA, LIDIANE NUNES; MARQUES PEREIRA, ANA FLAVIA; RIBEIRO DE SOUZA DA CUNHA, MARIA DE LOURDES; MORES RALL, VERA LUCIA; FERNANDES JUNIOR, ARY. Antibacterial and anti-staphylococcal enterotoxin activities of phenolic compounds. INNOVATIVE FOOD SCIENCE & EMERGING TECHNOLOGIES, v. 38, n. A, p. 83-90, DEC 2016. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.