Busca avançada
Ano de início
Entree

Tissue-engineered blood vessel substitute by reconstruction of endothelium using mesenchymal stem cells induced by platelet growth factors

Processo: 13/12614-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Marcone Lima Sobreira
Beneficiário:Marcone Lima Sobreira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos vasculares 

Resumo

Introdução: As doenças cardiovasculares permanecem líderes em mortalidade na sociedade ocidental. A restauração da circulação, através da reconstrução cirúrgica por pontes, é considerada o melhor tratamento para a doença vascular arterial periférica e substitutos vasculares são necessários para este propósito. Nem sempre a veia safena magna está disponível e os enxertos sintéticos podem apresentar limitações, portanto, novas técnicas para a produção de enxertos alternativos têm sido desenvolvidas e, neste sentido, a engenharia de tecidos é uma estratégia promissora para a obtenção de enxertos biocompatíveis. O objetivo deste trabalho foi reconstruir a camada endotelial de arcabouços de veias descelularizadas, utilizando células-tronco mesenquimais (CTMs) e fatores de crescimento obtidos de plaquetas. Métodos: Quinze coelhos fêmeas adultas, não-prenhas, foram utilizados para todos os experimentos. Tecido adiposo e veias cavas foram obtidos e utilizados para o isolamento de CTMs e descelularização, respectivamente. As CTMs foram induzidas à diferenciação utilizando-se fator de crescimento indutor endotelial (FCIE), o qual foi obtido de lisado de plaquetas humanas. Análises de imunofluorescência, histológicas e imunohistoquímicas foram empregadas para a caracterização final do substituto de vaso sanguíneo obtido. Resultados: Os arcabouços foram descelularizados com sucesso utilizando-se dodecilsulfato de sódio. As CTMS aderiram-se aos arcabouços e, mediante estimulação com FCIE, diferenciaram-se em células endoteliais funcionais, secretando quantidades estatisticamente significantes de fator de Von Willebrand (0.85 mg/mL; P<0,05), em comparação com células cultivadas sem a suplementação de FCIE (0.085 mg/mL). Estas células apresentaram morfologia característica de células endoteliais, na parede luminal do arcabouço. Além disso, foi observada marcação positiva para fascina, uma proteína caracteristicamente expressa em células endoteliais. Conclusões: O uso do bioarcabouço descelularizado, em conjunto com as CTMs, é uma potencial abordagem para se obter vasos sanguíneos por bioengenharia, quando em presença de suplementação com FCIE. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BERTANHA, MATHEUS; MOROZ, ANDREI; ALMEIDA, RODRIGO; ALVES, FLAVIA CILENE; VALERIO, MICHELE JANEGITZ ACORCI; MOURA, REGINA; DOMINGUES, MARIA APARECIDA CUSTODIO; SOBREIRA, MARCONE LIMA; DEFFUNE, ELENICE. Tissue-engineered blood vessel substitute by reconstruction of endothelium using mesenchymal stem cells induced by platelet growth factors. JOURNAL OF VASCULAR SURGERY, v. 59, n. 6, p. 1677-1685, JUN 2014. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.