Busca avançada
Ano de início
Entree

Governo George W. Bush (2001-2004): uma análise geopolítica das guerras do Afeganistão e o Iraque

Processo: 12/50419-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de julho de 2013 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Pesquisador responsável:Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira
Beneficiário:Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ideologia política  Geopolítica  Guerra  Guerra Fria  Afeganistão  Iraque  Estados Unidos  Livros  Publicações de divulgação científica 

Resumo

O objetivo deste trabalho é realizar uma análise geopolítica das operações militares empreendidas no primeiro mandato do governo George Walker Bush, posterior aos ataques terroristas do 11 de setembro em 2001. Entendemos que as estratégias adotadas nesses eventos foram resultantes do documento orientação de planejamento de defesa, produzido pelo pentágono em 1992, logo após o fim da Guerra Fria. A hipótese que procuramos defender é a de que as formulações geopolíticas que orientaram a doutrina Truman durante a Guerra Fria estão presentes naquele documento e foram mantidas como guias para planos de ação ao longo de toda a década de 90 e utilizadas como ferramentas analíticas na grande estratégia do governo George Walker Bush Para demonstrar essa hipótese, realizamos primeiramente o resgate do pensamento geopolítico de Halford J. Mackinder e Nicholas J. Spykman, em seguida fizemos as conexões das ideias estratégicas existentes em vários documentos que estavam vigentes na década de 90; e, por fim, verificamos como essas ideias puderam ser implementadas nas operações liberdade infinita, na Guerra do Afeganistão, em 2001; e operação Iraque livre, na guerra do lraque, em 2003. A metodologia utilizada foi a pesquisa em fontes primárias apoiadas em documentos originais do governo dos Estados Unidos e na literatura bibliográfica das obras basilares de Halford. J. Mackinder, Nicholas J. Spykman e Zbigniew Brzezinski para uma análise crítica dos modelos teóricos geopolíticos. (AU)