Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura da vegetação e sua relação com a diversidade e abundância de coleópteros bioindicadores em cinco sistemas vegetacionais, Piracicaba, SP

Resumo

A Mata Atlântica é considerada um dos biomas mais importantes do mundo, porém, atualmente encontra-se fragmentada. A fragmentação provoca modificações das condições ambientais que irão refletir na perda e no deslocamento da biodiversidade sendo os insetos uns dos grupos mais afetados. Uma das formas de se avaliar o estado de conservação dos fragmentos é estudar a dinâmica de populações de insetos. Hipotetisou-se que a presença de insetos está relacionada com a estrutura dos diferentes usos de solo. O presente projeto tem como objetivo avaliar a diversidade, a abundancia e a similaridade de espécies de coleópteros (Scarabaeidae e Scolytidae) em cinco sistemas vegetacionais de diferentes estruturas: i) floresta estacional semidecidual; ii) pastagem; iii) cultivo de Coffea arabica; iv) plantação de seringueira (Hevea brasiliensis) e; v) sistema agroflorestal de seringueira com cafeeiro situados numa região de domínio anterior de floresta estacional semidecidual em Piracicaba-SP. Serão caracterizados os sistemas vegetacionais quanto à sua estrutura e condição micrometeorológica. A presença dos insetos será quantificada mensalmente, realizando-se transectos com três repetições em cada sistema vegetacional. Os insetos serão coletados em dois tipos de armadilhas (Pitfall e armadilhas de etanol) e transportados até o laboratório de entomologia da ESALQ-USP para sua identificação. Os insetos serão quantificados e identificados se possível até o nível de espécie. Será analisada a correlação entre as áreas e serão calculados os índices de diversidade de Shannon e de equidade de Pielou. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)