Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de reator piloto e processo para reativação de carvão ativado saturado

Processo: 12/50961-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Álvaro Guedes Soares
Beneficiário:Álvaro Guedes Soares
Empresa:Sppt Pesquisas Tecnológicas Ltda
Município: Mogi Mirim
Auxílios(s) vinculado(s):15/50346-6 - Desenvolvimento de planta piloto para reativação e produção de carvões ativados, AP.PIPE
Assunto(s):Físico-química  Adsorção (química)  Carvão ativado  Reatores químicos 

Resumo

A partir da experiência adquirida na implantação de uma planta piloto de pirólise convencional [Soares 2010], a SPPT Pesquisas Tecnológicas Ltda., pretende com o projeto em descrição ampliar as potencialidades da tecnologia em desenvolvimento, atuando em novo segmento de pesquisa: Desenvolvimento de um Reator Piloto e Processo para Reativação Carvão Ativado Saturado (CAS). Entendendo a amplitude que tal assunto possibilita, o projeto de pesquisa concentrará esforços no desenvolvimento do processo de reativação de carvões ativados saturados, em duas esferas: granulados (CAG) e pulverizados (CAP), com a intenção de, ao final do processo, gerar um produto que possibilite a recuperação de resíduos bem como dispor tecnologia inovadora no país, especificamente no quesito carvão ativado pulverizado saturado. Para alcançar o domínio pleno da tecnologia de reativação de carvão ativado, a metodologia de trabalho contemplará o desenvolvimento em conjunto de um reator em escala piloto devidamente projetado para esta finalidade e do processo produtivo, além da caracterização dos produtos gerados, projetado para operar em temperaturas na faixa de 800ºC a 1.000ºC. Para consolidação da pesquisa, é fundamental a implantação de um laboratório de caracterização dos produtos a serem desenvolvidos. O planejamento de trabalho a ser cumprido em 24 meses envolverá o estabelecimento de metas, sendo definidas etapas de implantação de forma gradativa e na seqüência das atividades que requerem menor grau de conhecimento técnico e científico até atingir as etapas de maior complexidade. Ao final da pesquisa espera-se como resultados principais a obtenção de produto reativado com qualidade equivalente ao carvão ativado original, sendo desenvolvido para este fim reator com características inovadoras e com recursos técnicos que permitam variar todos os parâmetros de processo de ativação física e química. Além disso, vale ressaltar os importantes benefícios potenciais a serem gerados em relação à minimização de impactos ambientais, como por exemplo, a mitigação de resíduos normalmente descartados em aterros sanitários, a mitigação da exploração da matéria-prima utilizada para produção de carvões ativados e a transformação do resíduo em questão em um produto de elevado valor agregado. (AU)