Busca avançada
Ano de início
Entree

Os conflitos interpessoais e a construção de projetos de convivência escolar plano de visita do prof. José Maria A. Martínez Universidade de Valladolid

Processo: 13/11648-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 15 de agosto de 2013 - 30 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Telma Pileggi Vinha
Beneficiário:Telma Pileggi Vinha
Pesquisador visitante: Jose Maria Aviles Martinez
Inst. do pesquisador visitante: Universidad de Valladolid (UVa), Espanha
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Educação moral  Desenvolvimento moral  Convívio escolar  Violência escolar  Bullying 

Resumo

Trata-se um projeto que visa trazer o Prof. José M. A. Martínez, da Universidade de Valadollid (Espanha) para quatro Instituições de pesquisa no Brasil: Unicamp, USP, Unifesp e Fundação Carlos Chagas (de 14 a 30/8). Sua vinda como o professor visitante será de suma importância para o desenvolvimento das pesquisas nas áreas das relações interpessoais, dos conflitos e da construção da autonomia moral na escola, realizadas pelos grupos de pesquisa que integramos: o GEPEM (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral -Unesp/Unicamp), o GEPEC (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada - Unicamp), o LEDA (Laboratório de Estudos sobre o Desenvolvimento e a Aprendizagem - USP), a Fundação Carlos Chagas (representado pela Equipe que realiza uma pesquisa sobre avaliação de valores), e ainda por integrantes do Grupo de Trabalho da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisas em Pós Graduação em Psicologia): Psicologia e moralidade. Suas investigações sobre os conflitos interpessoais em suas mais diversas dimensões e os procedimentos de intervenção na instituição escolar que buscam favorecer relações mais equilibradas, cooperativas e respeitosas relacionam-se com as investigações conduzidas em nossos grupos de pesquisa. Também são próximas as preocupações de que tais estudos possam estar presentes na formação dos professores e que existam articulações com a formação de políticas públicas que possam pensar a convivência na escola. As investigações que realizamos nessa área, assim como de outros pesquisadores, têm indicado que urge buscarmos alternativas que favoreçam a redução da violência, a resolução dialógica dos conflitos e o desenvolvimento de um projeto coletivo que vise uma convivência mais respeitosa por todos os atores da escola. Uma pesquisa atual informou que 57% dos professores consideram as escolas em que atuam um espaço violento e que, desconsiderando a existência de violência institucional 95% dos docentes acreditam que os alunos são os principais autores da violência, mas que tanto os alunos (83%) quanto os professores (44%) são vítimas dela; que, a maioria (74%) crê que a falta de respeito, de valores e de educação pelos alunos é a principal causa da violência nas escolas, além da educação em casa (49%) e da desestruturação familiar (47%). Isso demonstra que despreparados e inseguros para lidar com os conflitos interpessoais, os profissionais da escola consideram a administração das situações conflituosas entre os estudantes como sendo algo desviante da função de professor. Por conseguinte, propõem intervenções externas para coibi-los, acreditando que não são também responsáveis por essa formação. Dessa forma, por meio desta parceria teremos a oportunidade de ampliar o conhecimento sobre as pesquisas na área e discutir as propostas que estão sendo realizadas tanto no Brasil como na Espanha. É o que se espera com o Acordo de Cooperação entre a Unicamp e a Universidade de Valladolid que está sendo assinado. Neste acordo as duas instituições pretendem colaborar na área de educação, por meio do desenvolvimento de projetos, estágios, publicações, entre outras atividades. Além das reuniões de consultoria nos grupos de pesquisa, das palestras e cursos que serão ministrados nas diversas instituições anteriormente citadas, a vinda do professor Martinez nos inspirou a realizar um Seminário Internacional, direcionado a comunidade científica bem como a comunidade escolar, cujo tema será a convivência na escola. Por meio desse seminário pretende-se debater pesquisas e intervenções que têm sido realizadas tanto no Brasil quanto na Espanha referentes a formação em valores e a problemas relacionados aos conflitos interpessoais que acometem cotidianamente professores e alunos, tais como, a violência, o bullying e o cyberbullying. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.