Busca avançada
Ano de início
Entree

Treino de memória episódica para associação de faces e nomes no comprometimento cognitivo leve amnéstico: desfecho em medidas cognitivas e ressonância magnética funcional

Processo: 12/51699-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2013 - 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Cássio Machado de Campos Bottino
Beneficiário:Cássio Machado de Campos Bottino
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos da memória  Comprometimento cognitivo leve  Doença de Alzheimer  Envelhecimento  Neuroimagem  Ressonância magnética 

Resumo

O Comprometimento Cognitivo Leve amnéstico (CCL-A) frequentemente representa a zona de transição entre o envelhecimento saudável e a síndrome demencial e é considerado um problema de saúde pública, sobretudo devido ao crescimento da população idosa brasileira e mundial. Entretanto, ainda são controversos os resultados de estudos envolvendo tratamentos farmacológicos para esta população, sendo relevante se investir em novas terapêuticas eficazes, tal como intervenções não farmacológicas voltadas à memória. Uma modalidade de treino que tem apresentado benefícios para idosos é a associação entre nomes e faces, que apresenta relevância clínica, posto que uma das principais queixas desta população é a dificuldade em recordar nomes de pessoas. Entretanto, ainda são pouco conhecidos os efeitos deste tipo de treino nesta população, isto é, as possíveis mudanças cognitivas e no padrão de ativação cerebral em ressonância magnética funcional (RMf). Assim, o presente estudo tem como objetivo verificar o efeito do treino de memória episódica (associação de faces e nomes) em 15 idosos saudáveis e 15 idosos com CCL-A. Os participantes com CCL-A serão convidados a realizar a coleta do líquido cefalorraquidiano antes da intervenção, para uma melhor acurácia diagnóstica do quadro. O treino compreenderá 8 sessões e será realizado duas vezes por semana ao longo de um mês. Para se verificar o efeito deste, no momento pré e pós intervenção, serão utilizados instrumentos cognitivos e exames de ressonância magnética (estrutural e funcional). Além disto, após um mês do término do treino os participantes serão novamente submetidos a testes cognitivos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SIMON, SHARON S.; HAMPSTEAD, BENJAMIN M.; NUCCI, MARIANA P.; DURAN, FABIO L. S.; FONSECA, LUCIANA M.; MARTINO, MARIA DA GRACA M.; AVILA, RENATA; PORTO, FABIO H. G.; BRUCKI, SONIA M. D.; MARTINS, CAMILA B.; TASCONE, LYSSANDRA S.; AMARO JR, EDSON; BUSATTO, GERALDO F.; BOTTINO, CASSIO M. C. Cognitive and Brain Activity Changes After Mnemonic Strategy Training in Amnestic Mild Cognitive Impairment: Evidence From a Randomized Controlled Tria. FRONTIERS IN AGING NEUROSCIENCE, v. 10, NOV 13 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.