Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciência, tecnologia e território: uma etnografia da relação entre ciência e políticas no sensoriamento remoto brasileiro

Processo: 13/11592-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2013 - 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Marko Synésio Alves Monteiro
Beneficiário:Marko Synésio Alves Monteiro
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ciência, tecnologia e sociedade  Políticas públicas  Sensoriamento remoto  Recursos naturais 

Resumo

Esse projeto de pesquisa tem como objetivos principais: a) investigar as relações entre ciência, tecnologia e políticas públicas na área de monitoramento do território; e b) consolidar e ampliar a infraestrutura de pesquisa do Grupo de Estudos Interdisciplinar de Ciência e Tecnologia (GEICT). Dando continuidade a uma trajetória iniciada em 2009, financiada por um projeto Jovem Pesquisador da FAPESP, esse projeto de pesquisa busca aprofundar a investigação sobre as práticas de produção de conhecimento por meio do sensoriamento remoto no Brasil, incluindo uma variável pouco explorada na etapa anterior: a relação do conhecimento produzido com a formulação e implementação de políticas públicas. A pergunta geral que orienta o projeto é: Como compreender a complexidade das formas pelas quais conhecimentos técnico-científicos são incorporados (ou não) por agentes ligados às políticas públicas no Brasil? As perguntas específicas da pesquisa são: 1) como os conhecimentos produzidos a partir de tecnologias de sensoriamento remoto são incorporados nas políticas públicas sobre manejo do território e de recursos naturais? 2) Qual a relação dos agentes que formulam e implementam políticas, por sua vez, com os cientistas e o conhecimento técnico sobre o território? Tais perguntas, oriundas das minhas investigações a respeito do sistema de monitoramento do desmate pelo INPE, buscam esclarecer melhor as interfaces entre conhecimento científico e infraestruturas tecnológicas complexas com as formas pelas quais o estado e seus atores pensam, formulam e buscam implementar políticas relativas ao território e seus recursos naturais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTEIRO, MARKO; RAJAO, RAONI. Scientists as citizens and knowers in the detection of deforestation in the Amazon. SOCIAL STUDIES OF SCIENCE, v. 47, n. 4, p. 466-484, AUG 2017. Citações Web of Science: 7.
DI GIULIO, GABRIELA; GROVES, CHRISTOPHER; MONTEIRO, MARKO; TADDEI, RENZO. Communicating through vulnerability: knowledge politics, inclusion and responsiveness in responsible research and innovation. JOURNAL OF RESPONSIBLE INNOVATION, v. 3, n. 2, p. 92-109, 2016. Citações Web of Science: 6.
MARKO MONTEIRO. Construindo imagens e territórios: pensando a visualidade e a materialidade do sensoriamento remoto. História, Ciências, Saúde : Manguinhos, v. 22, n. 2, p. -, Jun. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.