Busca avançada
Ano de início
Entree

Óxido nítrico e grelina como possíveis mediadores/moduladores da resposta febril em pintainhos de frangos de corte

Processo: 13/13386-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2013 - 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Kênia Cardoso Bícego
Beneficiário:Kênia Cardoso Bícego
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/05368-9 - Óxido nítrico e grelina como possíveis mediadores/moduladores da resposta febril em pintainhos de frango de corte, BP.TT
13/23924-3 - Óxido nítrico e grelina como possíveis mediadores/moduladores da resposta febril em pintainhos de frangos de corte, BP.TT
Assunto(s):Fisiologia animal  Frangos de corte  Pintos de corte  Óxido nítrico  NG-nitroarginina metil éster  Lipopolissacarídeos  Endotoxinas  Sistema nervoso central  Temperatura corporal 

Resumo

Aves e mamíferos são capazes de desenvolver resposta febril diante de agentes pirogênicos, como lipopolissacarídeo (LPS) de bactérias Gram negativas. Enquanto é grande o número de estudos sobre os mecanismos envolvidos na resposta febril de mamíferos, incluindo a participação de mediadores como óxido nítrico (NO) e grelina, é bastante escasso o conhecimento em relação às aves. Dados recentes do nosso laboratório demonstram que o óxico nítrico (NO) agindo no sistema nervoso central (SNC) parece estar envolvido na manutenção da elevada (Tc) de aves, especificamente de pintainhos, o que constitui um efeito exatamente oposto àquele observado em mamíferos, em que o NO é um agente que induz respostas de perda de calor, levando à redução da Tc em diferentes situações tais como febre, anapirexia, exercício físico e estresse por calor. Em relação à grelina, sabe-se que esse hormônio estimula ingestão de alimento e redução da resposta febril em mamíferos, mas inibe ingestão de alimentos em patos, codornas e pintainhos. Desse modo, no presente estudo será verificada a participação do NO e da grelina atuando no SNC na febre induzida por LPS em pintainhos de 5 dias de idade. Para isso, o projeto será dividido em 2 subprojetos, englobando os protocolos listados a seguir. Subprojeto 1- participação do NO na febre induzida por LPS em pintainhos: i) efeito dose-resposta da injeção intramuscular (im) de LPS sobre a Tc; ii) efeito da injeção im de L-NAME (inibidor de síntese de NO) sobre a febre induzida por LPS; iii) efeito da injeção intracerebroventricular (icv) de L-NAME sobre a febre induzida por LPS; iv) dosagem das concentrações plasmática e diencefálica de nitrito/nitrato em pintainhos febris; v) efeito da injeção intracerebroventricular de L-NAME sobre o consumo de O2 após indução de febre por LPS. Subprojeto 2- participação da grelina na febre induzida por LPS em pintainhos: i) efeito dose-resposta da microinjeção icv de grelina sobre a Tc; ii) efeito da injeção icv de grelina sobre a Tc e o consumo de alimento após indução de febre por LPS; iii) efeito da injeção icv de grelina sobre o consumo de O2 após indução de febre por LPS. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DO AMARAL-SILVA, LARA; LAMBERTZ, MARKUS; ZARA, FERNANDO JOSE; KLEIN, WILFRIED; GARGAGLIONI, LUCIANE HELENA; BICEGO, KENIA CARDOSO. Parabronchial remodeling in chicks in response to embryonic hypoxia. Journal of Experimental Biology, v. 222, n. 10 MAY 2019. Citações Web of Science: 0.
DANTONIO, VALTER; BATALHAO, MARCELO E.; FERNANDES, MARCIA H. M. R.; KOMEGAE, EVILIN N.; BUQUI, GABRIELA A.; LOPES, NORBERTO P.; GARGAGLIONI, LUCIANE H.; CARNIO, EVELIN C.; STEINER, ALEXANDRE A.; BICEGO, KENIA C. Nitric oxide and fever: immune-to-brain signaling vs. thermogenesis in chicks. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-REGULATORY INTEGRATIVE AND COMPARATIVE PHYSIOLOGY, v. 310, n. 10, p. R896-R905, MAY 15 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.