Busca avançada
Ano de início
Entree

Funcionalização molecular e bioeletrônica

Processo: 13/10759-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 03 de abril de 2014 - 17 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Bueno
Beneficiário:Paulo Roberto Bueno
Pesquisador visitante: Jason Davis
Inst. do pesquisador visitante: University of Oxford, Inglaterra
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Técnicas biossensoriais  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

Este projeto tem por objetivo permitir a vinda do Prof. Dr. Jason Davis, Physical & Theoretical Chemistry Laboratory & Chemistry Research Laboratory, University of Oxford - Oxford - England. O Prof. Jason Davis é um pesquisador bastante renomado de uma universidade bastante conceituada (ranqueada entre as 5 melhores do mundo) e tradicional da Inglaterra, sendo uma das autoridades na área de design, análise e manipulação a nível de funcionalização molecular. O Prof. Jason Davis destaca-se no que se refere ao desenvolvimento de sistemas bioeletrônicos, tendo uma experiência e capacitação bastante grande nesta temática. Com a vinda de tal pesquisador, a ideia central é permitir que se amplie a interação já iniciada com este grupo com o IQ-UNESP. A ideia central é dar continuidade ao estreitamento iniciado deste da vinda do mesmo ao Brasil no ano passado e minha ida como convidado da Universidade de Oxford e do Christ Church para discutir projetos de colaboração envolvendo alunos FAPESP (projetos de doutorado FAPESP 2010/09310-4 e 2010/13089-1) e também alunos de Oxford. Em especial, o professor oferecerá seminários (no IQ-UNESP e também IQSC-USP e UFSCar) e ministrará um curso de (três dias) junto a IQ-UNESP. O objetivo é também finalizar trabalhos científicos. Estudos têm sido realizados em eletromecânica e bioeletrônica de algumas moléculas sintetizadas pelo grupo de Oxford, utilizando-se nossa capacitação em técnicas de resposta em frequência para entendimento dos processos envolvidos nos dispositivos e sistemas. Deste nosso contato e trabalhos de cooperação, resultou na submissão de dois artigos em revista de alto impacto, três mais artigos estão em fase de finalização e incluso três patentes envolvendo Oxford e UNESP, projetos também estão em fase de planejamento (ver anexo). Todo esse trabalho necessita de uma discussão presencial. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.