Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas de gestão de produtos não madeireiros em comunidades que vivem dentro e no entorno de unidades de conservação

Processo: 13/14943-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 28 de agosto de 2013 - 27 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Manejo Florestal
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Estraviz Rodriguez
Beneficiário:Luiz Carlos Estraviz Rodriguez
Pesquisador visitante: Luis Díaz Balteiro
Inst. do pesquisador visitante: Universidad Politécnica de Madrid (UPM), Espanha
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de apoio à decisão  Palmito  Óleo de copaíba  Amazônia 

Resumo

O Prof. Luis Díaz-Balteiro vem ao Brasil para, em um período de dois meses, participar de dois projetos que já tiveram início, e que vêm sendo contando com a sua colaboração mesmo à distância. Em parte, essas iniciativas já contam com o apoio financeiro de um projeto de mobilidade financiado pela Comunidade Europeia, do qual tanto o Prof. Díaz-Balteiro como o solicitante deste auxílio são coordenadores em seus respectivos países. Esse projeto se intitula ForEAdapt - Knowledge exchange between Europe and America on forest growth models and optimization for adaptive forestry (FP7-PEOPLE-2009-IRSES), e é financiado com recursos do Marie Curie International Research Staff Exchange Scheme (COST Action) por um período de 48 meses, que tive início em Fev/11. O trabalho será desenvolvido em parceria com os Professores Luiz Carlos Estraviz Rodriguez e Edson Vidal, e com a pós-graduanda Carine Klauberg, que apoiada pelo ForEAdapt já esteve trabalhando presencialmente com o Prof. Díaz-Balteiro na Universidade Politécnica de Madrid. Especificamente, o objetivo é escrever um artigo para submissão à revista Forest Ecology and Management. Nessa atividade procura-se estimar o ciclo ótimo periódico de extração do óleo de copaíba, um produto não madeireiro de grande importância em reservas extrativistas comunitárias na Amazônia Brasileira. Também serão discutidos e desenvolvidos modelos de gestão que integrem a produção de produtos florestais não madeireiros de importância socioeconômica para comunidades abrigadas pelo Parque Estadual da Serra do Mar, e que dependem da biodiversidade ainda preservada em importantes reservas do bioma Mata Atlântica no estado de São Paulo. De início, o foco será o palmito juçara (Euterpe edulis), mas pesquisas complementares procurarão mapear outros potenciais produtos e atividades de igual importância. (AU)