Busca avançada
Ano de início
Entree

Atuação do psicólogo no tema das relações étnico/raciais: um estudo na Região Metropolitana de São Paulo

Processo: 13/11199-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Alessandro de Oliveira dos Santos
Beneficiário:Alessandro de Oliveira dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):18/15573-0 - Limites e possibilidades para o bem viver de estudantes negros em instituições de ensino superior: o caso da Universidade de São Paulo, AP.JP2
Bolsa(s) vinculada(s):17/02239-1 - Imagens e discursos sobre os psicólogos veiculados na Internet, BP.IC
16/14328-6 - Preconceito racial e sexual: um estudo com jovens em contexto periurbano, BP.IC
16/00577-4 - Atuação de psicólogos(as) no tema das relações étnico-raciais: um estudo comparativo nos Estados do Amazonas (AM), Bahia (BA) e São Paulo (SP), BP.DR
+ mais bolsas vinculadas 16/02191-6 - Direito, psicologia e relações étnico-raciais, BP.MS
15/03390-0 - A atuação de psicólogos e psicólogas do esporte no tema das relações étnico-raciais, BP.DR
13/25573-3 - Atuação do psicólogo no tema das relações étnico/raciais: um estudo na Região Metropolitana de São Paulo, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Pesquisa qualitativa  Psicólogos  Relações étnicas e raciais  Racismo  Metrópoles  São Paulo 

Resumo

Esta pesquisa, de cunho qualitativo, investiga a atuação do psicólogo no tema das relações étnicos/raciais e de que forma a categoria raça/etnia e o racismo aparecem no seu cotidiano de trabalho. A coleta de dados inclui levantamento bibliográfico e análise de conteúdo de documentos, livros, artigos, dissertações e teses do campo psi (Psicologia, Psicanálise, Psicologia Social) sobre o tema e entrevistas com psicólogos. Serão entrevistados profissionais que atuam nas áreas de Saúde Pública (Centros de Atenção Psicossocial e Hospitais), Clínica Psicológica (privadas), Recursos Humanos (empresas e órgãos públicos), Assistência Social (Centro de Referência de Assistência Social e outros órgãos públicos) e Educação (escolas públicas e privadas). Por meio das entrevistas pretende-se coletar informações sobre como as demandas da população negra aparecem na prática do psicólogo e se estes têm algum procedimento para lidar com o preconceito e a discriminação racial e o racismo. As entrevistas serão conduzidas até se atingir a saturação de informações. Estima-se que ao menos 30 entrevistas sejam realizadas, sendo 06 com profissionais da área de Saúde Pública, 06 com profissionais da área de Clínica Psicológica, 06 com profissionais da área de Recursos Humanos, 06 com profissionais da área de Assistência Social e 06 com profissionais da área de Educação. O estudo tem como meta contribuir para a formação de pesquisadores e psicólogos que nas suas várias frentes de trabalho têm sido interpelados pela construção sociocultural das diferenças e desigualdades e pelo racismo e seus efeitos psicossociais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
As relações étnico-raciais sob o crivo da psicologia