Busca avançada
Ano de início
Entree

Gente que Brilha quando os maestros se encontram música e músicos da "era de ouro" do rádio brasileiro

Processo: 13/12972-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Elias Thome Saliba
Beneficiário:Elias Thome Saliba
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História do rádio  Identidade cultural  Jazz  Eficiência 

Resumo

A presente tese faz uma reflexão sobre a música radiofônica no Brasil noperíodo imediatamente após a 2ª Guerra Mundial (1946) até a segunda metadeda década de 1950. Tem-se por objeto privilegiado de análise uma série degravações radiofônicas do período, em sua maioria advindas da Rádio Nacional eda Rádio Tupi, ambas do Rio de Janeiro.O período em questão, frequentemente chamado de Era de Ouro do rádiobrasileiro, traz em si a característica de estar entre dois momentos maisfartamente estudados no que se refere à música contida neles. Isto chama aatenção para uma espécie de descontinuidade historiográfica, onde é privilegiadaa discussão de categorias musicais como o samba-exaltação e o sambamalandro, de um lado, bem como a bossa nova e as canções engajadas deoutro. Como este período apresenta outras categorias distintas, justifica-se suapertinência para a discussão da música brasileira e como esta representava asociedade na visão dos que a fizeram no rádio.Organizou-se essa documentação de modo a refletir sobre a referidadescontinuidade narrativa. Pretendeu-se também mostrar a especificidade damúsica veiculada pelo rádio em contraste com aquela feita para o disco, já queentende-se que essa divisão metodológica é necessária e útil para melhorcompreender-se o período. Logo a seguir, foi feito um tripé analítico ondeaparecem em capítulos específicos sobre a memória, a representação danegritude e a "ameaça" da cultura estrangeira, notadamente a americana.Assim, pretende-se ver como os homens envolvidos no ofício radiofônico doperíodo lidaram com uma série de valores, limitações e prestígio ao longo doperíodo. (AU)