Busca avançada
Ano de início
Entree

Tradução e adaptação transcultural da escala Pain Assessment in Advanced Dementia - PAINAD

Processo: 13/05031-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Médico-cirúrgica
Pesquisador responsável:Priscilla Hortense
Beneficiário:Priscilla Hortense
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Francisco de Assis Carvalho Do Vale
Assunto(s):Adaptação cultural  Avaliação de programas e instrumentos de pesquisa  Instrumento de medida  Medição da dor  Demência 

Resumo

A avaliação da dor em idosos com comprometimento cognitivo e dificuldade para se comunicar é um desafio para os profissionais da saúde. Nos casos mais avançados torna-se ainda mais difícil determinar se a dor está presente ou não, pois as pessoas acometidas são incapazes de interpretar e comunicar a sensação de dor, resultando na diminuição da capacidade de descrever as características de sua dor. Em estágios avançados, observações clínicas comportamentais, frente à dor aparecem como uma técnica mais confiável para a detecção da dor. Desta forma, instrumentos que avaliam a presença e severidade da dor em pessoas com demência avançada são de extrema importância para a qualidade do cuidado. Objetivo geral: realizar adaptação transcultural do instrumento PAINAD para a cultura brasileira. Objetivos específicos: identificar os instrumentos disponíveis na literatura que avaliam a dor em pessoas com alterações cognitivas/processos demenciais; identificar quais os instrumentos que avaliam dor em pessoas com alterações cognitivas/processos demenciais que estão validados para a língua portuguesa; traduzir e realizar adaptação transcultural para língua portuguesa - Brasil o instrumento PAINAD - Pain Assessment in Advanced Dementia. Método: Será realizada uma revisão integrativa de literatura e as etapas necessárias para o processo de adaptação transcultural do instrumento PAINAD, a qual deverá seguir cinco etapas: tradução, versão consensual das traduções, back-translation, revisao por um comitê e pré - teste de equivalência. A escala PAINAD é constituída por itens que avaliam a observação do estado fisiológico e comportamental, como a respiração, vocalização negativa, expressão facial, linguagem corporal e a capacidade de consolabilidade. (AU)