Busca avançada
Ano de início
Entree

O Brasil como destino: imigração judaica para São Paulo (1880/2010)

Processo: 13/17428-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros no Brasil
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Eva Alterman Blay
Beneficiário:Eva Alterman Blay
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imigração judaica  Participação política  São Paulo 

Resumo

São os judeus estrangeiros? Utilizamos a teoria de Simmel que modifica a teoria afirmando serem estrangeiros aqueles que chegam e ficam no pais. Ouvimos as histórias de vida dos velhos judeus imigrantes e não imigrantes e chegamos às raízes da comunidade judaica contemporânea. Homens e mulheres trouxeram uma bagagem cultural e religiosa que se fundiu à identidade brasileira. Distribuíram-se por todas as classes sociais e profissões; aderiram a várias vertentes religiosas. Politicamente eram heterogêneos; alguns trouxeram ideais de igualdade e foram perseguidos e deportados. Outros eram conservadores. Há os que não se consideravam judeus embora os "outros" assim os definissem. Depois de duzentos anos há ainda grande desconhecimento sobre a comunidade judaica atual. Esse livro pretende trazer alguma luz sobre tema cercado de preconceito pois os judeus vieram para ficar. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Baseado em relatos pessoais, livro resgata história da imigração judaica no Brasil 
2ª Feira do Livro Judaico em Português