Busca avançada
Ano de início
Entree

Os ginásios vocacionais em São Paulo: uma experiência de educação integral

Processo: 13/16877-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 05 de outubro de 2013 - 09 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Carmen Sylvia Vidigal Moraes
Beneficiário:Carmen Sylvia Vidigal Moraes
Pesquisador visitante: Pere Solà Gussinger
Inst. do pesquisador visitante: Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia educacional  História da educação  Historiografia  Ensino médio 

Resumo

O professor Pére Solà está sendo convidado a participar, como Professor Visitante, das atividades docentes e de pesquisa, cultura/extensão, junto ao Grupo de Pesquisa, "Educação e Cultura Anarquistas - Educador João Penteado", do Centro de Memória da Educação/CME, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo -USP e do Grupo CIVILIS, da Faculdade de Educação da Universidade de Campinas- UNICAMP, Brasil, no período relativo aos meses de outubro e novembro do corrente ano (entre 05 de outubro e 9 de novembro). Os dois grupos de pesquisa mantêm relações de trabalho com o professor há algum tempo. No caso do GP da USP, temos realizado trocas permanentes de reflexão a respeito de temáticas relacionadas ao movimento anarquista e educação, tema no qual o prof. Pere Solà é uma das principais referências internacionais (em particular, no que se refere a pesquisas sobre o educador catalão Francisco Ferrer i Guardia). Tal colaboração contribuiu sensivelmente para o desenvolvimento do projeto "Educação e Cultura Anarquistas. O acervo João Penteado" (auxílio CNPq- Processo: 401110/2006-0) e FAPESP ( bolsas vinculadas) cujos resultados estão sendo apresentados no livro "Educação Anarquista no Brasil. Inventário de Fontes do Acervo João Penteado ( 1912 a 1968)" - a ser publicado pela EDUNIFESP, com Auxílio Fapesp ( Processo 2010/ 52413-9) . O contato frutificou, também, na ida da doutoranda Luciana Santos à Espanha, com bolsa de doutorado sanduiche, para estagiar na Universitat Autònoma de Barcelona sob orientação do prof. Solà, entre os meses de setembro de 2012 e janeiro de 2013, com o propósito de realizar levantamentos documentais relevantes e aprofundar estudos relativos a seu objeto de pesquisa. Na ocasião, foi possível localizar fontes primárias para a pesquisa histórica sobre as Escolas Modernas em arquivos e centros de documentação da cidade de Barcelona (Fundació Ferrer i Guadia; Ateneu Enciclopedic Popular, Biblioteca Nacional de Catalunya), e em Paris (Bibliothèque Nationale de France - BnF). As principais fontes levantadas (série documental dos três anos do Boletin de La Escuela Moderna de Barcelona; série documental dos dois anos da L'École rénovée, além de documentos pessoais do educador catalão Francisco Ferrer i Guardia e fontes bibliográficas de difícil acesso no Brasil) representam um salto qualitativo na pesquisa, uma vez que foram ainda pouco investigadas, mesmo em universidades europeias (as principais referências são Pere Solà i Gussinyer e Frédéric Mole, que trabalharam especificamente com essas fontes). Nesse mesmo movimento, a profa. Doris Accioly e Silva deverá realizar seu estágio de pós- doutoramento, em 2014, naquela Universidade e sob a supervisão do professor Solà, de maneira a concluir suas pesquisas para a sua tese de livre-docência. No caso do Grupo de Pesquisa da FE da UNICAMP, a Profa. Maria Cristina Menezes, que mantém estreita relação de pesquisa com o CME da FEUSP no que diz respeito ao desenvolvimento de projetos relacionados à preservação do patrimônio educacional e à organização de arquivos escolares de instituições públicas de educação básica do Estado de São Paulo, esteve recentemente em Barcelona ( janeiro de 2013) participando de atividades conjuntas com o prof. Solà e seu grupo sobre questões referentes à preservação de patrimônio escolar no Brasil e na Espanha. Nessas circunstâncias, a vinda do professor Solà é uma decorrência dos encaminhamentos anteriores. Nesse momento, consideramos de grande relevância a sua presença no Brasil para estreitar os laços de colaboração entre os grupos de pesquisa dos dois países visando, sobretudo, ampliar e aprofundar as análises em andamento a respeito do tema da educação dos trabalhadores no Brasil, bem como aquelas relativas à preservação da memória institucional das escolas públicas, temáticas que sintetizam as duas linhas de pesquisa complementares no CME-FEUSP e na FE-UNICAMP. (AU)