Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos no modelo de Axelrod: transições de fase de não-equilíbrio, difusão de inovações, e computação coletiva

Processo: 13/17131-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:José Fernando Fontanari
Beneficiário:José Fernando Fontanari
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Modelo de Axelrod  Interação cultural  Difusão de inovações 

Resumo

Uma característica importante do modelo de Axelrod de disseminação cultural é a existência de configurações absorventes que exibem diversos domínios culturais, a despeito da regra de interação entre os agentes que promove a similaridade entre eles. Os agentes estão fixos em sítios de uma rede quadrada com conexões entre primeiros vizinhos apenas e são representados por listas de F características culturais, cada uma representada por um número inteiro escolhido entre q possibilidades. Dependendo dos valores desses parâmetros o estado estacionário do modelo exibe coexistência cultural ou não, sendo esses regimes separados por uma transição de fase de não equilíbrio no espaço (q,F). A probabilidade de interação entre agentes cresce linearmente com sua superposição cultural: agentes similares interagem mais frequentemente e agentes sem nenhuma característica em comum não interagem. Nosso primeiro objetivo é caracterizar a transição de fase de não-equilíbrio do modelo de Axelrod lembrando que existe um número infinito de estados absorventes no limite termodinâmico e que a dinâmica sempre congela em um desses estados. Nosso segundo objetivo é investigar o processo de difusão de inovações introduzindo um campo externo local para o papel do agente de inovação. Estudaremos também o efeito da expansão demográfica, permitindo que os agentes se movam na rede. Finalmente, nosso terceiro objetivo é explorar a ideia da sociedade como um 'cérebro' coletivo capaz de executar tarefas complexas. Nesse caso, o conjunto de características culturais de um agente é interpretado como uma solução tentativa de algum problema de otimização. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONTANARI, JOSE F.; RODRIGUES, FRANCISCO A. Influence of network topology on cooperative problem-solving systems. THEORY IN BIOSCIENCES, v. 135, n. 3, 1, SI, p. 101-110, SEP 2016. Citações Web of Science: 9.
TILLES, PAULO F. C.; FONTANARI, JOSE F. Diffusion of innovations in Axelrod's model. JOURNAL OF STATISTICAL MECHANICS-THEORY AND EXPERIMENT, NOV 2015. Citações Web of Science: 3.
FONTANARI, JOSE F. Exploring NK fitness landscapes using imitative learning. European Physical Journal B, v. 88, n. 10 OCT 7 2015. Citações Web of Science: 10.
PERES, LUCAS R.; FONTANARI, JOSE F. The nature of the continuous non-equilibrium phase transition of Axelrod's model. EPL, v. 111, n. 5 SEP 2015. Citações Web of Science: 2.
BIRAL, ELIAS J. P.; TILLES, PAULO F. C.; FONTANARI, JOSE F. The consensus in the two-feature two-state one-dimensional Axelrod model revisited. JOURNAL OF STATISTICAL MECHANICS-THEORY AND EXPERIMENT, APR 2015. Citações Web of Science: 6.
FONTANARI, JOSE F. Imitative Learning as a Connector of Collective Brains. PLoS One, v. 9, n. 10 OCT 16 2014. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.