Busca avançada
Ano de início
Entree

MicroRNAs circulantes em pré-eclâmpsia

Processo: 13/12919-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2013 - 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Valeria Cristina Sandrim
Beneficiário:Valeria Cristina Sandrim
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados: Daniela Martins Lessa Barreto ; Karla Simone da Silva Fernandes ; Ricardo de Carvalho Cavalli
Assunto(s):Gestantes  Pré-eclâmpsia  Polimorfismo genético  MicroRNAs  Regulação da expressão gênica  Biomarcadores 

Resumo

A pré-eclâmpsia é a principal causa de mortalidade e morbidade entre as gestantes no Brasil e em vários países. Sendo assim, o entendimento da sua fisiopatologia é essencial para diminuição destes números. A busca por mecanismos regulatórios de expressão gênica, em especial os microRNAs pode auxiliar neste entendimento. Com isso, o primeiro objetivo deste projeto será comparar os níveis de microRNAs circulantes utilizando PCR-array entre gestantes normais e pré-eclâmpticas equilibrados pelos os fatores de risco. Os microRNAs são altamente estáveis na circulação por se complexarem com proteínas ou vesículas, permitindo seu uso como biomarcadores. Posteriormente, validaremos os achados do PCR-array em amostras de gestantes de algumas cidades brasileiras, bem como o perfil destes microRNAs ao longo da gestação e pós-parto de gestante saudáveis. Em seguida daqueles microRNAs interessantes avaliaremos polimorfismos genéticos localizados na região 3´UTR (região de ligação de microRNA) do gene-alvo. Além disso, a dosagem da proteína do gene alvo do microRNA é essencial, pois muitas vezes a contribuição desta via é parcial ou total, e isso deve ser avaliado. Aspectos relacionados à origem (micropartículas provenientes da placenta, exossomos liberados de outros tipos celulares, ou microRNAs complexados com proteínas circulantes) e funcionalidade do microRNA na célula alvo também serão avaliadas. Com relação a este último e baseado no link placenta-endotélio, iremos incubar plasma de gestantes saudáveis e com pré-eclâmpsia, além de moléculas que mimetizam ou antagonizam o microRNA com células endoteliais (HUVECs) e verificar como este processo modifica a expressão de genes importantes na fisiopatologia da pré-eclâmpsia. Acreditamos que os dados obtidos neste projeto trarão informações relevantes para o estudo da pré-eclâmpsia no contexto mundial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANDRIM, VALERIA C.; LUIZON, MARCELO R.; MACHADO, JACKELINE S. R.; CAVALLI, RICARDO C. C > T (rs17035945) polymorphism of TIMP-4 protects against preeclampsia. JOURNAL OF OBSTETRICS AND GYNAECOLOGY, v. 39, n. 1, p. 135-137, JAN 2 2019. Citações Web of Science: 0.
CALDEIRA-DIAS, MAYARA; LUIZON, MARCELO R.; DEFFUNE, ELENICE; TANUS-SANTOS, JOSE E.; FREIRE, PAULA P.; CARVALHO, ROBSON F.; BETTIOL, HELOISA; CARDOSO, VIVIANE C.; BARBIERI, MARCO ANTONIO; CAVALLI, RICARDO C.; SANDRIM, VALERIA C. Preeclamptic plasma stimulates the expression of miRNAs, leading to a decrease in endothelin-1 production in endothelial cells. PREGNANCY HYPERTENSION-AN INTERNATIONAL JOURNAL OF WOMENS CARDIOVASCULAR HEALTH, v. 12, p. 75-81, APR 2018. Citações Web of Science: 3.
SANDRIM, VALERIA C.; DINIZ, SOLANGE; ELEUTERIO, NIBIA MARIANA; GOMES, KARINA B.; DUSSE, LUCI MARIA S.; CAVALLI, RICARDO C. Higher levels of circulating TIMP-4 in preeclampsia is strongly associated with clinical parameters and microRNA. CLINICAL AND EXPERIMENTAL HYPERTENSION, v. 40, n. 7, p. 609-612, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.