Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e operação da Coleção SciELO Brasil para o período de agosto de 2013 a julho de 2016

Processo: 13/11102-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2013 - 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Abel Laerte Packer
Beneficiário:Abel Laerte Packer
Instituição-sede: Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo (FAP-UNIFESP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Rogerio Meneghini
Assunto(s):Cientometria  Bibliometria  Comunicação científica  Acesso livre  Acesso à informação  Informação científica  Periódicos científicos 

Resumo

Proposta de projeto para dar continuidade ao desenvolvimento do Programa SciELO / FAPESP no período de três anos, entre 1º de agosto de 2013 e 31 de julho de 2016, com o objetivo específico e permanente de melhorar a qualidade dos periódicos brasileiros e assim contribuir para o aumento da visibilidade, uso e impacto das pesquisas que publicam. O projeto compreende o conjunto de atividades de governança, gestão, operação, pesquisa, capacitação e marketing para avançar o desenvolvimento e operação do Índice e Coleção SciELO Brasil de periódicos de qualidade crescente em sintonia com o estado da arte internacional, a presença e interoperabilidade internacional com as demais coleções da Rede SciELO e com os sistemas de referência internacional em indexação e comunicação científica, com destaque para o Web of Science, Scopus, Google Scholar, CROSSREF e PUBMED assim como consolidar sua condição de ator proativo no fluxo internacional de comunicação científica, em especial no movimento de acesso aberto ao conhecimento científico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Publicações internacionais sobre biodiversidade ganham acesso livre 
SciELO e Unesco lançam livro sobre 15 anos da biblioteca eletrônica 
China implementa reforma de revistas científicas 
Encontro de Produção e Difusão Científica do Nordeste 
SciELO Brasil mantém liderança mundial