Busca avançada
Ano de início
Entree

Turbulência do plasma e instabilidades MHD nos regimes modo l e modo h polarizado no Tokamak TCABR

Processo: 13/20652-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas
Pesquisador responsável:Ivan Cunha Nascimento
Beneficiário:Ivan Cunha Nascimento
Pesquisador visitante: Yurii Kuznetsov
Inst. do pesquisador visitante: Kharkov Institute of Physics and Technology (KIPT), Ucrânia
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50773-0 - Núcleo de excelência em física e aplicações de plasmas, AP.TEM
Assunto(s):Física de plasmas 

Resumo

Turbulencia do plasma e instabilidades MHD nos regimes modo L e modo H polarizado no tokamak TCABRRESUMOTurbulência de plasmas e modo-H estão entre as principais linhas de pesquisa no tokamak TCABR e vários novos resultados tem sido obtidos e publicados. O primeiro objetivo deste projeto é instalar um sistema de controle da corrente de plasma por realimentação a fim de melhorar a reprodutibilidade das descargas. Usando descargas com correntes de plasma reprodutíveis e, também, diagnósticos instalados recentemente, entre os quais sistemas de bolômetro (20 canais) e raios X de baixa energia (24 canais), refletômetro de micro-ondas, sistema de espalhamento Thomson, ajudado por um poderoso sistema de multissondas de Langmuir e digitalizadores rápidos de sinais, as investigações serão continuadas obtendo-se transições L-H reprodutíveis com ou sem forte atividade MHD e controle dos parâmetros da descarga, evitando-se disrupções. A sincronização das frequências das oscilações MHD com as oscilações de dente de serra, radiação detectada pelo sistema de bolômetros e emissão da linha Halfa será investigada determinando-se as condições subjacentes responsáveis por esse fenômeno. Modos Acústicos Geodésicos continuarão a ser investigados a fim de entender os resultados obtidos no TCABR que aparecem em frequências mais altas e estão em desacordo com as previsões teóricas. A destruição das barreiras de transporte (ETB), detectada em trabalhos anteriores, será também, investigada levando em conta os possíveis efeitos das impurezas. Sondas do tipo Gundestrup e/ou Mach deverão ser construídas e usadas para a medida da rotação do plasma na periferia, a fim de complementar medidas espectroscópicas, atualmente em execução. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.