Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação de taurina e achocolatado sobre a composição corporal, desempenho atlético e estresse oxidativo em triatletas de elite

Processo: 13/05620-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Ellen Cristini de Freitas
Beneficiário:Ellen Cristini de Freitas
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Flávia Giolo de Carvalho ; Julio Sérgio Marchini
Assunto(s):Nutrição esportiva  Suplementação alimentar  Taurina  Estresse oxidativo  Composição corporal  Desempenho atlético  Atletas 

Resumo

A taurina é um composto nitrogenado, encontrado principalmente no coração, leucócitos, retina, sistema nervoso central, e principalmente nos músculos. Apresenta diversos efeitos fisiológicos benéficos podendo-se destacar ação antioxidante, aumento da força de contração muscular e da sensilbilidade à insulina. A prática de triatlo, esporte de intensidade média a alta, provoca a elevação da taxa de consumo de oxigênio durante o exercício intenso e o consequentemente aumento da produção de radicais livres e o estresse oxidativo, podendo comprometer o desempenho do atleta. Devido a necessidade de treinamento semanal intenso, os triatletas necessitam de cuidados nutricionais que vão desde a adequação de calorias e macronutrientes até a utilização de nutrientes específicos que possam auxiliar para manutenção da saúde. Assim, acredita-se que a utilização de taurina associada ao achocolatado no pós-exercício, pode favorecer a ação metabólica geral da insulina de modo a regular o metabolismo dos carboidratos, auxiliar na recuperação muscular, na glicogênese e prevenir de danos oxidativos decorrente da atividade física intensa, e desta forma favorecer o desempenho atlético e o ganho de massa muscular de triatletas. Objetivo: Avaliar os efeitos da suplementação de taurina e leite com achocolatado sobre a composição corporal, desempenho atlético e estresse oxidativo em triatletas de elite. Métodos: Participarão do estudo 20 atletas de elite de triatlo, do sexo masculino, com idade entre 30 a 45 anos, da cidade de Ribeirão Preto. Será realizado um estudo duplo-cego, crossover, com wash out de 2 semanas, no qual será oferecido durante o período de oito semanas cápsulas contendo três gramas de taurina ou placebo, e 400 ml de achocolatado pronto para beber. A fim de avaliar os efeitos da suplementação, serão dosadas as concentrações de taurina sérica e urinária, lactato sanguíneo, insulina e marcadores de estresse oxidativo (MDA, GSH e vitamina E). Serão realizadas medidas de composição corporal pelo método de água marcada com Deutério. As avaliações ocorrerão em quatro momentos: 1o- antes de iniciar a temporada de treinamento; 2o- após 8 semanas de treino; 3o- o no início da segunda temporada de treino e, 4o- após 8 semanas de treino e encerramento da suplementação. Os dados serão organizados conforme os grupos de estudos em média e desvio padrão com aplicação de teste de análise de variância para verificação das diferenças significativas (p<0,05). (AU)