Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos sobre infecções persistentes por Paramyxovirus respiratórios humanos

Processo: 13/16349-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2013 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Eurico de Arruda Neto
Beneficiário:Eurico de Arruda Neto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Edwin Tamashiro ; Wilma Terezinha Anselmo-Lima
Assunto(s):Virologia  Infecções respiratórias  Paramyxovirus  Tecido linfoide  Transcriptoma  Polirribossomos  Fenótipo 

Resumo

Infecções por paramyxovírus respiratórios humanos têm grande impacto em saúde pública, e pouco se sabe sobre a sua patogênese. Evidências produzidas pelo nosso grupo sugerem a frequente existência de infecções persistentes por esses agentes em tecidos linfoides tonsilares. A persistência de paramyxovírus nesse nicho é importante pelas possíveis implicações patogênicas e imunológicas, e pela repercussão epidemiológica que podem ter reservatórios assintomáticos de vírus infecciosos para a comunidade. O presente projeto, com base em dados preliminares, propõe investigar a persistência de um viroma de paramyxovírus respiratórios humanos em tecido linfoide tonsilar, e elucidar mecanismos dessa persistência, uma área ainda inexplorada da virologia humana. Esperamos confirmar a presença de marcadores de replicação, e a montagem de vírions infecciosos dos agentes vírus sincicial respiratório (HRSV), metapneumovírus (HMPV) e vírus parainfluenza (HPIV). Será determinado o transcriptoma paramyxoviral ativo de HRSV, HMPV e HPIV em polissomos e o fenótipo das células infectadas, bem como a localização intracelular dos vírus. Será verificada também a presença de proteínas funcionais de paramyxovírus dispersas no tecido tonsilar para além de focos de infecção. Produziremos por genética reversa um clone infeccioso fluorescente de HRSV e estabeleceremos modelos ex vivo e in vivo de infeção por esse agente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTINS, RONALDO BRAGANCA; ROCHA, LUCAS PENNA; PRATES, MIRELA MOREIRA; GAGLIARDI, TALITA BIANCA; BIASOLI, BALDUINO; LEITE, MARCELO JUNQUEIRA; BUZATTO, GUILHERME; HYPPOLITO, MIGUEL ANGELO; ARAGON, DAVI CASALE; TAMASHIRO, EDWIN; PEREIRA VALERA, FABIANA CARDOSO; ARRUDA, EURICO; ANSELMO-LIMA, WILMA TEREZINHA. Respiratory DNA viruses are undetectable in nasopharyngeal secretions from adenotonsillectomized children. PLoS One, v. 12, n. 3 MAR 17 2017. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.