Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade de estratégias ecofisiológicas em comunidades herbáceas de cerrado sensu stricto: um estudo de caso envolvendo distintas condições ambientais

Processo: 13/18049-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Davi Rodrigo Rossatto
Beneficiário:Davi Rodrigo Rossatto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Rosana Marta Kolb ; Silvano Bianco
Bolsa(s) vinculada(s):17/03450-8 - A comunidade não arbórea de cerrado sensu stricto frente às alterações de luminosidade e de serapilheira em condição de adensamento: dinâmica de espécies, germinação e respostas funcionais, BP.DR
16/09445-3 - Determinação de macronutrientes foliares (N,P,K,Ca e mg) em espécies não arbóreas do cerrado sensu stricto, BP.TT
15/24584-7 - Determinação de nutrientes foliares em espécies herbáceas de cerrado ao longo de um gradiente de adensamento na Estação Ecológica de Assis - SP, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 15/21857-2 - Teores de clorofila e carotenóides e sua relação com parâmetros morfofisiológicos foliares de espécies do Cerrado típico e do Cerrado adensado, BP.IC
15/19771-2 - Determinação de parâmetros anatômicos quantitativos e área foliar específica de espécies de cerrado típico sob gradiente de adensamento, BP.TT
14/15304-8 - Os efeitos da luminosidade e cobertura de copa nas trocas gasosas de espécies herbáceas ao longo de um gradiente de vegetação, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Ecofisiologia  Ecologia de comunidades  Cerrado  Plantas herbáceas 

Resumo

O Cerrado é um bioma savânico que ocorre em uma ampla distribuição geográfica ao longo do território brasileiro. Seu tipo fisionômico mais característico é o cerrado sensu stricto, o qual é constituído por um estrato herbáceo dominante, rico em ervas e gramíneas, aonde espécies lenhosas ocorrem distribuídas esparsamente, apresentando diferentes graus de densidade. Este tipo de vegetação aparece ao longo de toda a distribuição territorial do Cerrado, sendo passível de mudanças estruturais de acordo com o grau de adensamento da cobertura de indivíduos arbóreos. Muitas das espécies herbáceas típicas das formações savânicas parecem intolerantes ao sombreamento, fato que parece propiciar o desaparecimento de tais espécies em regiões de cerrado típico que vem passando por processos de sucessão, especialmente nas regiões periféricas de distribuição do Cerrado, onde o grau de adensamento das espécies arbóreas tem aumentado drasticamente nos últimos 40 anos. Este projeto objetiva estudar como comunidades de espécies herbáceas de cerrado típico diferem em sua estruturação e diversidade de espécies frente a variantes regionais e locais. O foco principal do estudo é analisar as respostas fisiológicas foliares destas plantas herbáceas frente a variações de luminosidade causadas pelo adensamento das espécies lenhosas. Espera-se com os resultados fornecer uma contribuição ao conhecimento das adaptações funcionais e estruturação de comunidades herbáceas de savanas em resposta a variações ambientais. (AU)

Publicações científicas (9)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LUIZ FELIPE SOUZA PINHEIRO; ROSANA MARTA KOLB; DAVI RODRIGO ROSSATTO. Leaf anatomical traits of non-arboreal savanna species along a gradient of tree encroachment. Acta Botanica Brasilica, v. 32, n. 1, p. -, Mar. 2018.
ROSSATTO, DAVI RODRIGO; DE ARAUJO, PAOLA EDUARDA; PORFIRIO DA SILVA, BIANCA HELENA; FRANCO, AUGUSTO CESAR. Photosynthetic responses of understory savanna plants: Implications for plant persistence in savannas under tree encroachment. FLORA, v. 240, p. 34-39, MAR 2018. Citações Web of Science: 1.
SOUZA PINHEIRO, LUIZ FELIPE; KOLB, ROSANA MARTA; ROSSATTO, DAVI RODRIGO. Leaf anatomical traits of non-arboreal savanna species along a gradient of tree encroachment. Acta Botanica Brasilica, v. 32, n. 1, p. 28-36, JAN-MAR 2018. Citações Web of Science: 0.
CARLOS, NATALIA APARECIDA; ROSSATTO, DAVI RODRIGO. Leaf traits combinations may explain the occurrence of savanna herbaceous species along a gradient of tree encroachment. THEORETICAL AND EXPERIMENTAL PLANT PHYSIOLOGY, v. 29, n. 3, p. 155-163, SEP 2017. Citações Web of Science: 0.
ROSSATTO, DAVI RODRIGO; FRANCO, AUGUSTO CESAR. Expanding our understanding of leaf functional syndromes in savanna systems: the role of plant growth form. Oecologia, v. 183, n. 4, p. 953-962, APR 2017. Citações Web of Science: 9.
ROSSATTO, DAVI RODRIGO; RIGOBELO, EVERLON CID. Tree encroachment into savannas alters soil microbiological and chemical properties facilitating forest expansion. JOURNAL OF FORESTRY RESEARCH, v. 27, n. 5, p. 1047-1054, OCT 2016. Citações Web of Science: 3.
SOUZA PINHEIRO, LUIZ FELIPE; KOLB, ROSANA MARTA; ROSSATTO, DAVI RODRIGO. Changes in irradiance and soil properties explain why typical non-arboreal savanna species disappear under tree encroachment. Australian Journal of Botany, v. 64, n. 4, p. 333-341, 2016. Citações Web of Science: 4.
ROSSATTO, DAVI R.; KOLB, ROSANA M.; FRANCO, AUGUSTO C. Leaf anatomy is associated with the type of growth form in Neotropical savanna plants. BOTANY, v. 93, n. 8, p. 507-518, AUG 2015. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.