Busca avançada
Ano de início
Entree

Adequação de espaços destinados à pesquisa no Campus Experimental de Registro, UNESP

Processo: 13/24164-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Reginaldo Barboza da Silva
Beneficiário:Reginaldo Barboza da Silva
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil
Pesq. associados:Giovana Bertini
Assunto(s):Recursos para a pesquisa  Infraestrutura  Reserva técnica  Equipamentos e provisões  Laboratórios 

Resumo

De acordo com a FAPESP a Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional de Pesquisa (RTI) destina-se ao apoio à infraestrutura coletiva de pesquisa que beneficie Projetos de Pesquisa apoiados pela FAPESP na Instituição. Dessa maneira, a Comissão Permanente de Pesquisa realizou um trabalho de organização para uma política de aplicação dos recursos da RTI/ FAPESP, visto que isto ainda não tinha sido implementado na Unidade de Registro. As pesquisas no Campus de Registro vem crescendo a cada ano e isto implica em uma necessidade cada vez maior de infraestrutura para abrigar e desenvolver os projetos. [...] Em vista disso, a Comissão Permanente de Pesquisa recebeu propostas vindas de todos os docentes envolvidos na captação deste recurso no ano de 2012 e realizou uma ampla discussão e aprovou duas sugestões para o seu uso, sendo elas: a) Reestruturação /adequação do espaço existente na Fazenda Experimental para recepção e primeiros processamentos de amostras provindas do campo e b) instalação e revestimento em granito nas bancadas de 04 laboratórios do Campus BR. As melhorias que serão efetuadas nos espaços existentes na unidade de Registro irão beneficiar a pesquisa de todos os docentes visto que são espaços multiusuários e multidisciplinares, atendendo as premissas da FAPESP. O parecer foi enviado ao Conselho Diretor da Unidade o qual foi homologado na reunião ordinária realizada em 18 de outubro de 2013. A previsão de conclusão das adequações será de 12 meses, com previsão de início a partir de janeiro de 2014. (AU)