Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores relacionados ao consumo de psicofármacos na atenção primária à saúde

Processo: 13/20435-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2014 - 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Psiquiátrica
Pesquisador responsável:Adriana Inocenti Miasso
Beneficiário:Adriana Inocenti Miasso
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Kathleen Mary Hegadoren ; Kelly Graziani Giacchero Vedana ; Paulo Celso Prado Telles Filho
Assunto(s):Saúde mental  Transtornos mentais  Uso de medicamentos  Psicotrópicos  Adesão à medicação  Atenção primária à saúde  Centros de saúde 

Resumo

O advento dos psicofármacos desempenhou importante papel no contexto da psiquiatria, visto que permitiu que pacientes severamente comprometidos pudessem usufruir de outras modalidades terapêuticas, como as psicológicas, bem como possibilitou o tratamento em serviços abertos, substitutivos ao hospital psiquiátrico. No entanto, o que se encontra hoje é o uso indiscriminado desses medicamentos. A esse respeito há uma lacuna na literatura quanto a averiguar os fatores relacionados ao consumo dos psicofármacos na atenção primária e se pessoas, sem diagnóstico de transtorno mental definido, que fazem uso de psicofármacos, são portadoras dos chamados transtornos mentais comuns (TMC). Tendo em vista a atenção primária ser considerada a principal porta de entrada para pacientes com queixas de ordem psicológica, as dissonâncias e riscos relacionados à alta taxa de utilização de psicofármacos bem como à escassez de estudos realizados na atenção primária, procurando correlacionar tais dados à presença de TMC, é que são apresentados os objetivos deste estudo: identificar em Unidades Básicas de Saúde a prevalência de uso de psicofármacos, correlacionar tais dados à presença de TMC, ao perfil sóciodemográfico e farmacoterapêutico, à adesão ao tratamento medicamentoso e à qualidade de vida dos sujeitos. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, corte transversal, de caráter correlacional-descritivo. Serão investigadas associações estatísticas entre as variáveis do estudo usando o teste Qui-quadrado, sendo a hipótese de associação aceita quando p encontrado for menor ou igual a 0,05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORGES, TATIANA LONGO; MIASSO, ADRIANA INOCENTI; REISDOFER, EMILENE; DOS SANTOS, MANOEL ANTONIO; GIACCHERO VEDANA, KELLY GRAZIANI; HEGADOREN, KATHLEEN MARY. Common Mental Disorders in Primary Health Care Units: Associated Factors and Impact on Quality of Life. JOURNAL OF THE AMERICAN PSYCHIATRIC NURSES ASSOCIATION, v. 22, n. 5, p. 378-386, SEP-OCT 2016. Citações Web of Science: 3.
BORGES, TATIANA LONGO; MIASSO, ADRIANA INOCENTI; GIACCHERO VEDANA, KELLY GRAZIANI; PRADO TELLES FILHO, PAULO CELSO; HEGADOREN, KATHLEEN MARY. Prevalence in the use of psychotropics and associated factors in primary health care. Acta Paulista de Enfermagem, v. 28, n. 4, p. 344-349, JUL-AUG 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.