Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização imunohistoquímica dos componentes da matriz extracelular durante o desenvolvimento do deciduoma e estudo do efeito dos hormônios ovarianos sob a expressão e síntese de moléculas da matriz extracelular por células deciduais in vitro

Resumo

Durante a gestação em várias espécies de mamíferos, os fibroblastos endometriais sofrem profundas modificações morfofuncionais que levam à aquisição de um fenótipo epitelial, formando uma nova estrutura no útero denominada decídua. Em camundongos, a reação decidual pode ser estimulada artificialmente (na ausência embrião), resultando na formação do deciduoma, um modelo de grande relevância para a identificação de fatores oriundos ou não do embrião para a promoção da decidualização. A decidualização promove uma profunda remodelação da matriz extracelular (MEC) do endométrio, e ambos os processos são fundamentais para o sucesso da gestação. Existem evidências, muitas das quais oriundas de estudos do Laboratório de Biologia da Reprodução e Matriz Extracelular (LBR-MEC), mostrando que a remodelação da MEC do útero não-grávido é modulada pelos hormônios ovarianos estrógeno (E2) e progesterona (P4) (Auxílio à pesquisa FAPESP: 10/52543-0; Salgado et al., 2009; Salgado et al., 2011; Salgado et al., 2013). Faltam, entretanto, na literatura estudos consistentes sobre a regulação da MEC endometrial na ausência de sinais parácrinos provenientes do embrião. Além disso, ainda não é conhecido o papel dos hormônios ovarianos sobre a produção de componentes da MEC pelas células deciduais. Desse modo, o presente projeto tem dois objetivos centrais: (i) caracterizar a composição e estrutura da MEC do deciduoma, durante o seu desenvolvimento, por microscopia eletrônica de transmissão e imunohistoquímica em microscopia de luz e eletrônica; (ii) estudar por meio de abordagens in vitro, utilizando-se culturas primárias de células deciduais, o efeito dos hormônios E2 e P4 na dinâmica de síntese e secreção de moléculas da MEC. As análises serão realizadas pelas técnicas de qPCR, Western blot e imunolocalização. Espera-se que os resultados possam complementar aqueles já obtidos por este laboratório, trazendo informações sobre os fatores que contribuem para a regulação da MEC da decídua. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAVARO, RODOLFO R.; MORALES-PRIETO, DIANA M.; HERRMANN, JOERG; SONNEMANN, JUERGEN; SCHLEUSSNER, EKKEHARD; MARKERT, UDO R.; ZORN, TELMA M. T. Influence of high glucose in the expression of miRNAs and IGF1R signaling pathway in human myometrial explants. ARCHIVES OF GYNECOLOGY AND OBSTETRICS, FEB 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.