Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando a regulação do metabolismo de vitamina E em Solanum lycopersicum

Processo: 13/50481-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2014 - 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: CONICET
Pesquisador responsável:Maria Magdalena Rossi
Beneficiário:Maria Magdalena Rossi
Pesq. responsável no exterior: Fernando Oscar Carrari
Instituição no exterior: Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET), Argentina
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/12531-8 - Caracterização funcional de genes alvo para o aprimoramento do conteúdo de vitamina E em Solanum lycopersicum, AP.R
Assunto(s):Genética vegetal  Tomate  Vitamina E  Tocoferóis  Antioxidantes  Estudos de associação genética  Locos de características quantitativas  Metabolismo secundário 

Resumo

Além de uma cultura de grande importância econômica e nutricional, Solanum lycopersicum é uma espécie modelo para estudos de fisiologia vegetal. Tanto o fruto fresco quanto os produtos derivados do tomate constituem fonte de diversos antioxidantes, incluindo a vitamina E (VTE). O entendimento dos mecanismos responsáveis pela síntese, transporte e acúmulo da VTE em plantas é de grande interesse devido sua importância para a saúde humana e para a fisiologia vegetal. O nosso grupo identificou todos os genes da rota biossintética de VTE, 12 loci para caracteres quantitativos (QTL) relacionados ao seu conteúdo em frutos maduros e propôs 16 genes candidatos como possíveis determinantes genéticos dos QTL mapeados. Entre eles, destacam-se alguns genes que codificam enzimas da rota biossintética, um possível transportador de VTE e genes relacionados à defitilação de clorofila, processo que aporta precursores para a produção de VTE durante o amadurecimento. O presente projeto visa aferir o papel de genes envolvidos na biossíntese e transporte de tococromaóis, assim como regulatórios da degradação de clorofila e do amadurecimento, no acúmulo de VTE no tomateiro. Para atingir o objetivo propõem-se duas estratégias: i) identificação e avaliação fenotípica de mutantes e, ii) caracterização funcional do putativo transportador de VTE. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROSSI, MAGDALENA; BERMUDEZ, LUISA; CARRARI, FERNANDO. Crop yield: challenges from a metabolic perspective. Current Opinion in Plant Biology, v. 25, p. 79-89, JUN 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.