Busca avançada
Ano de início
Entree

Staphylococcus spp. multirresistentes isolados de mastite bovina: alternativas de tratamento baseadas no uso de bacteriocinas e nanofragmentos de lípides catiônicos

Processo: 13/15504-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Juliana Rodrigues Pozzi Arcaro
Beneficiário:Juliana Rodrigues Pozzi Arcaro
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Assunto(s):Mastite bovina  Resistência microbiana a medicamentos  Staphylococcus  Enterotoxinas  Antibacterianos  Bacteriocinas  Nisina  Fatores de virulência 

Resumo

Staphylococcus spp. são reportados como uns dos principais agentes de mastite bovina. Esses microrganismos apresentam diversos fatores de virulência, como produção de toxinas e formação de biofilmes, que contribuem para sua patogenicidade e persistência na glândula mamária. Outro fator relevante é o isolamento de cepas multirresistentes e que não respondem aos tratamentos convencionais. Além disso, os antimicrobianos utilizados no tratamento da mastite geram resíduos que alteram a qualidade e segurança alimentar do leite e seus derivados. Neste cenário, novas alternativas de controle e tratamento tornam-se imprescindíveis. Bacteriocinas e nanopartículas têm emergido como alternativas promissoras para futuros desenvolvimentos de agentes antimicrobianos. O presente projeto tem como objetivo avaliar in vitro a eficácia antibacteriana da bacteriocina Nisina e de nanofragmentos do lípide catiônico brometo de dioctadecildimetilamônio (DDA) frente a cepas resistentes e/ou virulentas de Staphylococcus spp. isoladas de mastite em novilhas primíparas e vacas em lactação, assim como correlacionar a eficiência do tratamento com a resistência e/ou virulência. As cepas de Staphylococcus spp. pertencem a coleção do Laboratório de Qualidade do Leite do Instituto de Zootecnia - Apta Bovinos de Leite de Nova Odessa - SP. A triagem das cepas resistentes será determinada através do método de difusão de discos e determinação da CIM, os genes de virulência e resistência serão investigados por PCR, com posterior confirmação por sequenciamento. A atividade, in vitro, da Nisina e DDA contra cepas de Staphylococcus spp. será avaliada em função do tempo de interação utilizando curvas de morte (time-kill). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASTELANI, L.; ARCARO, J. R. P.; BRAGA, J. E. P.; ROSSO, A. S.; MOURA, Q.; ESPOSITO, F.; SAUTER, I. P.; CORTEZ, M.; LINCOPAN, N. Short communication: Activity of nisin, lipid bilayer fragments and cationic nisin-lipid nanoparticles against multidrug-resistant Staphylococcus spp. isolated from bovine mastitis. JOURNAL OF DAIRY SCIENCE, v. 102, n. 1, p. 678-683, JAN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.